A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, recebeu 339 inscrições para o edital “Cultura do carnaval carioca”, que disponibilizará R$ 3 milhões para grupos representativos da cultura do carnaval carioca. Deste total, a maioria dos inscritos veio da Área de Planejamento 1 (AP1) – Centro: 28,9% grupos. Em seguida: 25,1% grupos da AP3 (Zona Norte), 24,8% da AP2 (Zona Sul), 16,5% da AP5 (Zona Oeste, exceto Barra e Jacarepaguá) e 4,7% da AP4 (Barra e Jacarepaguá).

Foto: Divulgação/Prefeitura do Rio

“Na elaboração do edital, fizemos consulta pública, dialogamos com o Conselho Municipal de Cultura, especialistas e associações. Esse incentivo cumpre um papel tanto de fomento aos representantes da cultura carnavalesca, como uma forma de reparo pelo impacto da pandemia que atingiu os grupos responsáveis pela consolidação do carnaval de rua carioca”, destaca o secretário de Cultura, Marcus Faustini.

O incentivo destinará recursos para 125 grupos que representam a cultura do carnaval de rua do Rio de Janeiro. O edital também tem como objetivo estimular a criação de produtos e conteúdos inéditos pelos grupos carnavalescos.

“O carnaval está no DNA de nossa identidade cultural, além de ser um forte ativo da economia da cidade. Esse edital é de reconhecimento e apoio num momento tão difícil”, ressalta Faustini.

O processo seletivo será de acordo com três linhas: Origens, Som e Estética
Origens: Um vídeo com perfil de mini-documentário sobre a história do grupo ou um projeto de registro de memória. Serão contemplados 50 grupos com o valor de R$ 30 mil, cada.

Som: Faixa musical finalizada, com uma composição original/inédita ou um arranjo para uma composição tradicionalmente executada no carnaval. Serão premiados 40 grupos com o valor de R$ 20 mil, cada.

Estética: Os grupos deverão confeccionar uma fantasia ou adereço original. Serão premiados 35 grupos com o valor de R$ 20 mil, cada.

50,7% inscritos na linha origens (172 para 50 contemplados)
23,3% na linha som (79 para 40 contemplados)
26% na linha estética (88 para 35 contemplados)

Territorialização e desconcentração de recursos
Os projetos serão selecionados garantindo a descentralização do investimento para todas as áreas da cidade. Na seleção, serão valorizadas as propostas que se comprometerem em repartir o recurso entre o maior número de pessoas.

A Comissão de Avaliação será composta por representantes da sociedade civil e profissionais que atuam no âmbito do carnaval, da cultura popular, dos direitos humanos, da democracia e da diversidade cultural.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.