Os desfiles de sexta-feira e sábado de carnaval no Sambódromo se tornaram grandes aberturas para o Grupo Especial. O grupo que vivia em descrédito na Associação e na Lesga ganhou respeito e a chancela da Liesa, quando o presidente Jorge Castanheira, assumiu no início a responsabilidade pelo corpo de julgadores. Além disso, a TV Globo passou a transmissão para o Rio de Janeiro os desfiles da Série A e também revolucionou os dois dias primeiros dias de desfiles no Sambódromo.

Os resultados apurados na quarta-feira de cinzas passaram a ser mais justos, com distorções normais de um julgamento subjetivo, e com pouco critério de pontuação no manual do julgador. Porém, houve viradas de mesas que mancham qualquer instituição e atingiram a relação de credibilidade com os sambistas.

Em relação aos eventos, comunicação e venda de ingressos, a Lierj trouxe um novo ar para o setor de imprensa. O trabalho sempre privilegiou a ordem da notícia, com perfeita interação nas redes sociais, e tratamento adequado aos veículos de imprensa, inclusive, com respeito aos sites especializados. O sorteio da ordem de desfile foi popular e depois voltou para Cidade do Samba e ficou claro que a Lierj conseguiu levar grandes públicos para os desfiles na Marquês de Sapucaí.

Agora, a tarefa da nova diretoria que assumirá no início de abril, após a renúncia do presidente Renato Thor, é logo de primeira manifestar quaisquer afastamento de escolas de samba na direção, e, principalmente, trabalhar com o foco apontado para três questões principais: barracões, verba para produção dos desfiles, e lisura no julgamento.

Durante o ano, a missão ainda pede capítulos árduos. Promover uma festa popular para o sorteio da ordem dos desfiles, manter a qualidade na gravação dos sambas no CD, e, na medida do possível, realizar ensaios técnicos no Sambódromo para atrair os sambistas apaixonados que vivem o carnaval o ano inteiro.

Além disso é de suma importância que a nova Lierj siga na relação de aproximação com o povo. Os eventos populares, com preços acessíveis ou gratuitos, são parte fundamental de uma gestão de um grupo que contém tantas comunidades tradicionais do nosso carnaval. Eventos como a festa do CD no Terreirão do Samba precisam voltar. A exploração dos equipamentos de lazer da cidade, na Zona Norte, certamente tornará a Lierj e suas escolas cada dia mais queridas pelos cariocas e o povo do samba.

Em outro aspecto o marketing da entidade precisa se relacionar bem com a TV Globo. É de fundamental que todos os desfiles sejam transmitidos para a capital fluminense. Por isso o espetáculo deve ser cada dia mais pensado em seu aspecto visual. Desfiles como o que vimos em anos recentes com agremiações mutiladas de suas fantasias e indumentárias repelem uma cobertura televisiva que necessita de imagem para se fazer vendável.

Cumprindo a fundamental missão de informar aos sambistas tudo que acontece no principal grupo de acesso do carnaval, o site CARNAVALESCO seguirá se comprometendo com o acompanhar de todas as etapas do desfile, marcando presença em eventos e finais de samba de todas as escolas da Série A. Acompanhando a gravação do CD, sorteio e lançamento de CD. E nos ensaios técnicos e desfiles cobrará das escolas a perfeita execução dos quesitos em cima do manual do julgador e um resultado que condiga com aquilo que aconteceu na pista de desfiles. O sambista é o protagonista da notícia para nosso veículo.

 

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui