Por Victor Amancio. Fotos de Magaiver Fernandes

Desfilando uma homenagem ao grande malandro Carlinhos de Jesus, a Em Cima da Hora fez um desfile empolgante com uma comissão que arrancou aplausos e gritos de euforia de quem assistia.

Comissão de frente

Ponto alto do desfile, trazendo malandros da ralé com muito samba e gingado a comissão foi um acerto do desfile. Bem dançada e com uma boa coreografia o público se empolgou com a apresentação. Os malandros dançaram e no último ato da apresentação surge um menino sambando e por fim ele erguido pelos bailarinos ergue uma placa com a frase ‘eu amo o samba’.

Casal

Fantasia o casal com requintes de luxo e impressiona pela beleza. Contudo, o casal deixa a desejar com bailado que pareceu inseguro. Sem sincronia o mestre-sala dançou num tempo diferente da porta-bandeira. Ele mais rápido e ela mais lenta.

Harmonia

O samba foi cantado pelos componentes mas oscilou em algumas alas. O cantor segurou bem o samba junto com a bateria que fez boa apresentação.

Evolução

Evoluindo de forma correta, sem correria e soltos, os componentes da Em Cima da Hora fizeram um bom desfile em termos de evolução.

Samba enredo

O samba funcionou na comissão com o público que cantou junto com a escola deixando o desfile mais empolgante.

Enredo

O enredo da Em Cima da Hora fez uma reverência aos malandros sambistas, independente das mazelas que vivem e classes sociais que pertencem. A partir dessa linha, o enredo homenageia o grande malandro sambista Carlinhos de Jesus.

Alegorias

O abre-alas veio com uma escultura do sambista e tinha diversos dançarinos fazendo coreografias e sambando em cima do carro. Alegorias não apresentaram nenhum problema e passaram bem no desfile.

Fantasias

Simples e com algumas falhas de acabamento. Ala das baianas da escola veio com algumas partes caindo e as senhoras precisaram segurar para não cair. Pode ser um dos problemas da escola na apuração.

Bateria

Sem cometer falhas e permitindo um bom desempenho do samba, a bateria fez bossas criativas e caiu nas graças do público.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui