Em ensaio emocionante, carro de som da Grande Rio mostra excelência

Impulsionada por uma atuação de gala do carro de som comandado por Evandro Malandro e a bateria Invocada, a comunidade da Grande Rio realizou um grande ensaio de quadra na noite desta terça-feira em Duque de Caxias

0

A Grande Rio vive uma experiência que há muito tempo não vivia em um pré-carnaval. Se outrora os sambas da agremiação eram apontados como os piores de toda a safra, agora a tricolor caxiense possui certamente uma das grandes composições do ano. Impulsionada por uma atuação de gala do carro de som comandado por Evandro Malandro e a bateria Invocada, a comunidade da Grande Rio realizou um grande ensaio de quadra na noite desta terça-feira em Duque de Caxias.

Samba-Enredo

Se não for o samba do ano, é um dos melhores da safra de 2020. Rico melodicamente propiciou um canto emocionante da comunidade. Destaque para o impressionante entrosamento dos cantores da escola com o intérprete oficial Evandro Malandro. As vozes se completam e deixam ainda mais bonita a obra da Grande Rio.

Harmonia

Com um samba de melodia mais dolente é um andamento mais lento, é possível perceber na boca de cada componente cada trecho da letra cantada. Isso não quer dizer que o ensaio foi modorrento ou arrastado. Havia também os momentos de explosão com os refrões, o trecho que pede respeito às diversas religiões era tirado da alma de cada componente.

Evolução

Importante ponderar que na quadra a análise da evolução fica limitada à espontaneidade do componente. Em quase 2 horas de treino, viu-se uma escola brincando bastante e evoluindo com desenvoltura. A maioria das alas segurava uma espécie de vareta nas mãos.

“Os componentes seguravam este adorno por uma situação que vai acontecer no desfile, mas ainda não posso revelar. Estou muito satisfeito com o ponto que a escola se encontra, comprovando que esse era o samba adequado para o nosso carnaval. Vamos para a rua pela primeira vez no próximo domingo, acredito que estamos no caminho certo”, explica o diretor de carnaval Thiago Monteiro.

Casal

Promovida em 2019, a porta-bandeira Taciana Couto já mostra grande evolução na dança e no entrosamento com o mestre-sala Daniel. O casal é ágil, faz coreografia adequada e sem excesso.

Bateria

Mestre Fafá comprova a cada dia que a enxurrada de premiações que recebeu em 2019 não são obra do acaso. No ensaio pode-se notar um trabalho de muita personalidade da Invocada. Sem abrir mão de seu andamento histórico, realizou bossas de muita criatividade e aplicação musical. Em dado momento uma paradinha fazia a escola cantar ainda mais.

“Trabalhamos com a ideia de três paradinhas no desfile. Uma delas vamos usar timbales. Com relação ao andamento permaneço convicto que não é acelerando bateria que samba vai melhorar. Eu estou ensaiando entre 143 e 144 BPM, não vou abrir mão disso. Esse samba é espetacular e como mestre de bateria eu busco não ‘sujar’ a melodia”, destacou o mestre Fafá.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui