Na noite da última sexta-feira, a escola Gaviões da Fiel promoveu o ensaio turbinado com a presença das co-irmãs, Acadêmicos do Tucuruvi e Vai-Vai. O site CARNAVALESCO esteve e presente ouviu os intérpretes. Os cantores falaram sobre o adiamento dos desfiles para abril e a importância dos ensaios turbinados. Há pouco tempo, ainda estava tudo indefinido se haveria desfile ou não. Primeiramente, estava marcado para a data oficial de carnaval, mas com o avanço da variante Ômicron, a folia teve de ser adiada para abril.

O intérprete do Tucuruvi, Leonardo Bessa, falou sobre a importância de os sambistas celebrarem a vida. “Espero que a gente possa realmente celebrar a vida. Nós merecemos isso. Estamos dois anos sofrendo com a pandemia e agora é o momento de o povo do samba ter sua alegria e extravasar toda essa situação ruim que a gente passou. Continuamos trabalhando para fazer o melhor carnaval da história”, disse.

Mediante a todo esse negacionismo em que vivemos em relação ao carnaval, é uma decisão de segurança, que foi conjunta com as autoridades de carnaval e prefeituras de Rio e São Paulo. A preparação e todo o planejamento, obviamente, mudaram completamente. As escolas ganharam mais tempo para trabalhar e realizar seus treinos semanalmente. Seja em ruas ou quadras.

O intérprete dos Gaviões da Fiel, Ernesto Teixeira, comentou todo o processo de ensaios. “A gente ganhou mais tempo para trabalhar e ensaiar nesse período que o carnaval vem sendo adiado. Também estamos fazendo os ensaios turbinados, algo que já fizemos há muito tempo e estamos reeditando agora. É uma forma de trazer os componentes das outras escolas para a nossa quadra”.

O cantor também falou da expectativa em desfilar no dia de São Jorge, padroeiro da escola. “Para nós, Gaviões da Fiel, coincidiu desfilar com esse enredo, ‘Basta’, no dia 23 de abril, dia de São Jorge. Então, estamos vindo com um diferencial”, completou.

Luiz Felipe, intérprete do Vai-Vai, comentou sobre as expectativas para os desfiles e dos ensaios turbinados que a escola da Bela Vista também vem realizando constantemente. “Carnaval em abril vai ser diferente, porém, o trabalho continua para chegarmos na avenida e buscarmos um grande resultado. Não paramos com ensaios. Vamos receber Camisa Verde e Branco e Leandro de Itaquera. E hoje, nos Gaviões, estamos nos sentindo em casa”, disse.

Os ensaios turbinados são eventos em que as escolas se encontram e se juntam para ter aquela sensação de carnaval. Os componentes das agremiações podem fazer essa troca, enquanto os ensaios técnicos não começam. Tem dado muito certo e os sambistas têm comprado a ideia. Ótimo jeito de se reinventar. A felicidade dos sambistas é nítida. A sensação é que todas as pessoas que estão comparecendo aos eventos, querem o acontecimento dos desfiles. E, sem dúvida, é sempre válido bater na tecla que o carnaval tem que acontecer.

Comentários