A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), através de sua assessoria de imprensa, divulgou uma nota oficial sobre o falecimento do presidente da Imperatriz Leopoldinense, Luizinho Drumond, na manhã desta quarta-feira. Veja abaixo.

“A diretoria da Liesa cumpre o doloroso dever de comunicar, com profundo pesar, o falecimento de seu Sócio-Fundador e Grande Benemérito Luiz Pacheco Drumond, ex-Presidente da Entidade no período de 1998 a 2001.

Luizinho Drumond, como era carinhosamente chamado pelos sambistas, também fazia parte do Conselho de Grandes Beneméritos da Liga Independente e foi presidente da Gravadora e da Editora das Escolas de Samba.

Em nota, Liesa ressalta comando de Luizinho Drumond nos campeonatos da Impeatriz
Luiz Pacheco Drumond tinha 80 anos e faleceu na manhã desta quarta-feira. Foto: Henrique Matos

Antes da fundação da Liesa, também fez parte da diretoria da Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro (Aescrj).

Levado pelo amigo Amaury Jório, assumiu a presidência da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense em 1975, dando início a uma trajetória de glórias da Verde, Branco e Dourado de Ramos.

Sob seu comando, a Imperatriz conquistou oito campeonatos no Grupo Especial e liderou o Ranking da Liesa por vários anos.

Foi vencedora também no Grupo de Acesso Série A, em 2020, quando a agremiação retornou ao Grupo Especial.

Admirador do Botafogo foi diretor de futebol do clube.

Luiz Pacheco Drumond tinha 80 anos e faleceu na manhã desta quarta-feira, 1º de julho, no Hospital Copa Star, em Copacabana, em decorrência de um AVC”.

Deixa viúva, Sra. Lena Drumond, e seis filhos: Luiz Antônio, Cátia, Marcos Lourenço, Simone, Nathália e Vinícius.

A LIESA externa os sentimentos à Família Drumond, à Nação Leopoldinense e conclama todos os amigos a elevarem o pensamento em preces pela alma de seu estimado ex-Presidente”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui