A manhã desta terça-feira na quadra da Portela pode ser considerada tão especial como um dia de escolha de samba-enredo ou comemoração de um título. A maior campeã do carnaval do Rio de Janeiro abriu o início da campanha de vacinação contra a Covid-19 em uma escola de samba de samba. O site CARNAVALESCO acompanhou esse momento tão emocionante e fundamental para a população brasileira.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por CARNAVALESCO (@sitecarnavalesco)

O primeiro vacinado em solo portelense foi o coordenador dos destaques da escola, Carlos Ribeiro, que confessou o que estava sentindo após receber a primeira dose da vacina.

“Não poderia ser melhor. Fui abençoado duas vezes: por Deus e pela Águia. É uma sensação muito boa, porque aqui é minha segunda casa. É um alívio tomar a primeira dose de uma vacina que vai nos livrar desse vírus. Esse é um enredo campeão. Tenho muita fé que teremos o carnaval no ano que vem. Precisamos da ajuda da população. Quem já tomou a primeira toma dose, tem que voltar para receber a segunda. O Baobá da Portela vai brilhar em 2022”, disse Carlos Ribeiro, que recebeu a vacina da Oxford/Astrazeneca.

O vice-presidente da Portela, Fábio Pavão, falou ao CARNAVALESCO do sentimento portelense em abrir sua quadra para receber a campanha de vacinação. * VEJA AQUI ÚLTIMAS NOTÍCIAS DAS ESCOLAS DE SAMBA

“Todos nós temos a obrigação de fazer parte desse esforço coletivo para gente enfrentar esse problema e avançar com a vacinação. Temos essa ideia na Portela, que não podemos apenas ser espaço de lazer e cultura, mas de expandir a cidadania para população que está no nosso redor. As ações sociais são muito importantes para gente. A parceria com a secretaria de Saúde é fundamental. As escolas de samba estão com uma postura muito responsável na pandemia. Paramos nossas atividades e estamos indo mais além transformando a quadra da Portela em um posto de vacinação. É um espaço de esperança. Tenho certeza que entra na nossa história e da cidade do Rio de Janeiro”, afirmou o dirigente portelense. * ACOMPANHE O CARNAVALESCO NO INSTAGRAM

Emoção dos sambistas marca o início da vacinação contra a Covid-19 na Portela

Hellen Mary, diretora de Cidadania da Portela, responsável pelos voluntários da escola na campanha de vacinação, ficou muito emocionada em receber a campanha.

“Estamos fazendo trabalho de cidadania no período da pandemia com o projeto Águia Solidária. Hoje é um momento muito emblemático para gente. Estamos escrevendo a história do Rio de Janeiro. A Portela é muito mais que uma escola de samba. Ela tem esse olhar para o próximo. Fico muito emocionada por ser da área da saúde, estou trabalhando na linha de frente, e por ser brasileira, carioca e portelense. Tudo isso está acontecendo no nosso solo sagrado. Sempre fomos uma escola inovadora e não esperava outra atitude como essa que é abrir nossas portas para ciência e para o SUS. Nós mobilizamos com o departamento de cidadania e harmonia para com o nosso voluntário organizar a entrada da comunidade na quadra”, disse.

Rainha de bateria da Portela, Bianca Monteiro, celebrou a quadra da escola de samba receber o posto de vacinação.

“É emocionante. Esse é o significado de uma escola de samba. Ela tem que ser acolhedora. É fazer o bem. Fico toda arrepiada em ver as pessoas com sorriso no rosto pela vacina e chorando por entes queridos que morreram pela Covid. A gente perdeu mais de 375 mil pessoas. É surreal esse número. A gente ouve nas reportagens e não tem noção do que é termos 365 mil mortos pelo vírus. O carnaval é o segmento que sente muito, porque vai demorar para voltar. Quando falamos de samba vem a aglomeração, não tem jeito, isso que move todas escolas. Todos da Portela estão de parabéns. Não poderia abrir a vacinação aqui, na minha casa”, comentou a rainha da Tabajara do Samba.

Repórter Genilson Araujo é vacinado na Portela

Tia Surica, que já foi vacinada contra a Covid-19, no Parque Madureira, esteve na quadra para celebrar o momento de esperança na luta contra o vírus.

“Queria entrar na quadra com samba e alegria, mas é muito importante a Portela receber essa vacinação. Espero que todas escolas também possam ser contempladas. Temos que sair logo desse momento. Peço também para juventude ficar em casa e não levar para dentro de casa essa doença. Vamos se preservar, tomar a vacina e voltar para o samba”.

O jornalista Genilson Araujo, responsável pelo repórter aéreo da TV Globo, esteve na quadra da Portela e recebeu a primeira dose da vacina.

“Fui vacinado na quadra da Portela em que estive em tantos momentos de alegria. Vim para ver meus colegas da TV Globo, ser vacinado e ver todo esse cenário da quadra. Na hora que me vacinei pensei nas pessoas que não tiveram essa oportunidade. É legal ver a quadra recebendo o posto de vacinação mostra o papel social das escolas de samba. Elas sempre estão abertas no campo social, cultural e educacional. A Portela serve de exemplo para todas escolas, com uma organização perfeita e sempre colada com sua comunidade”.

O posto de vacinação da Portela funcionará de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, facilitando o acesso da população à imunização. Nesta terça-feira, é a vez dos homens de 61 anos e dos profissionais de saúde de 48 se vacinarem. Os calendários oficiais de vacinação contra a covid-19 no município do Rio estão disponíveis no link: https://coronavirus.rio/vacina

Comentários