Em 2020, Benjamin de Oliveira completava 150 anos. Dono de circo, palhaço, dramaturgo, ator, cantor, compositor, músico. Muitos desses talentos foram exaltados durante o desfile do Salgueiro no Carnaval de 2020. Mas agora é a vez dos palcos.

Foto: Paulo Aragon/Divulgação

Com produção em desenvolvimento desde 2018 e alavancado graças às inspirações do desfile do Salgueiro, o musical “Benjamin – O Palhaço Negro” traz o picadeiro aos palcos numa mistura lúdica de passado e futuro. Uma companhia mambembe fracassada resolve criar um novo espetáculo, já sem esperanças de sucesso, têm um encontro com Benjamin, fundador da trupe, informação que, até então, era desconhecida aos artistas. Contando a história de Benjamin, o espetáculo espelha passado e presente, mostrando a luta e o preconceito vivido pelo povo negro desde lá até hoje.

Com direção de Tauã Delmiro, idealização de Isaac Belfort, texto de Rebeca Bittencourt e direção musical de Nakiska Muniz, o espetáculo visa levar a história do palhaço negro e a voz de artistas pretos aos palcos com um grito de luta contra a opressão, trazendo junto a ele uma celebração ao artista inovador e inspirador que foi Benjamin, e que a história tentou abafar. No palco, nove artistas negros de musical darão vida a trajetória: Layla Santos, Isaac Belfort, Elis Loureiro, Maria Antônia Ibraim, Marcelo Vittória, Peterson Ferreira, Alex Carbral, Sara Chaves e Léo Araújo como ator convidado.

A peça, realizada pela Belfort Produções, tem previsão de estreia para abril de 2022 no Rio de Janeiro, com ingressos a preços acessíveis para maior acessibilidade e democratização do público. Para mais informações sigam o perfil do espetáculo @musicalbenjamin

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.