Os organizadores e voluntários da Associação Educativa e Cultural Ritmo Solidário começaram a fase itinerante do projeto de entrega das cestas básicas aos ritmistas das 27 agremiações desfilantes no Sambódromo do Rio.

Com a ideia de mais aproximação e transparência legal, passa a ser, agora, feito o formato de entregas escalonadas nas quadras das agremiações, onde, suas baterias são beneficiadas pelo projeto.

Para China do Estácio, idealizador do Ritmo Solidário, essa é uma espécie de entrega/visita, para saberem mais sobre a realidade do ritmista e criar um elo de forças entre as presidências as diretorias de carnaval.

“Foi necessário criar esse modelo entrega. O projeto é mantido por ajudas e iremos até às quadras para realizarmos essa ação, isso faz com que tenhamos mais união das diretorias das escolas e uma chance da comunidade no entorno poder conhecer e participar das próximas com a gente”.

Nesta primeira fase volante, as baterias que foram contempladas Paraíso do Tuiuti, mestre Marcão e Acadêmicos da Rocinha, mestre Júnior, receberam cada uma 30 unidades de cestas básica e higiênica, além de fraldas descartáveis e geriátricas, após uma percepção deste pedido. No próximo dia 28, a equipe do Ritmo Solidário fará a distribuição das cestas nas quadras da São Clemente (Botafogo, às 11h) e Lins Imperial (Lins de Vasconcelos, às 15h).

Permanecem, também, as entregas no setor 10 do Sambódromo, sempre alternando com a forma presencial, ou seja, uma semana in loco e outra externa. As doações de ítens para a confecção das cestas continuam de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.