Presidentes e representantes das escolas do Grupo Especial estiveram reunidos com Eduardo Paes. Foto: Danilo Freitas

Os presidentes e representantes das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro estiveram reunidos com o prefeito Eduardo Paes, na sede da Prefeitura do Rio, na noite desta quarta-feira, por mais de duas horas. O resultado, segundo apuração do CARNAVALESCO, é o que os dirigentes ficaram satisfeitos com o que ouviram de Paes, principalmente, em relação a volta da subvenção, projetando os desfiles de 2022, mas também como ajuda para este momento sem receita e com os profissionais parados e passando por sérias dificuldades financeiras.

Após os quatros anos de abandono por parte da última gestão municipal, os representantes das escolas perceberam que Eduardo Paes estará presente e participativo, projetando receita futura, através da Lei de ISS, da Prefeitura do Rio. A assinatura do contrato do Carnaval 2022, ainda no mês de março, foi considerada pelos presidentes como uma grande conquista, já que haverá previsibilidade na chegada de recursos e facilitará a compra de materiais e contratações de funcionários/colaboradores.

Outro ponto da reunião que merece destaque é o interesse de Eduardo Paes em realizar um ensaio técnico, na Marquês de Sapucaí, em julho de 2021, caso a cidade consiga reduzir os números de casos da Covid-19. A reação sobre esta proposta foi muito bem aceito por todos os presidentes das escolas de samba.

O presidente da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Jorge Castanheira, conversou com o site CARNAVALESCO e confirmou que a reunião foi muito bem aceita por todos os dirigentes das agremiações.

“A reunião foi importante e esclarecedora. O prefeito falou claramente do objetivo em apoiar o carnaval e já começar a pensar desde hoje o que pode ser feito para implementar mudanças e melhorias em relação aos desfiles de 2022. Ele falou de uma maneira geral do edital do blocos ,mas acha que não se encaixa nas escolas de samba. Independente disso, o prefeito afirmou que vai estudar uma possibilidade relacionada aos barracões e profissionais dos ateliês, ou seja, a equipe de produção do carnaval diretamente afetada pela não realização dos desfiles em 2021. Falou que o mais rápido possível nos dará um retorno”.

Interdição da Cidade do Samba esteve na pauta

O presidente da Estação Primeira de Mangueira, Elias Riche, comemorou o encontro com o prefeito Eduardo Paes e sinalizou que o carnaval do Rio de Janeiro pode ter dias melhores em um futuro próximo.

“A reunião foi muito boa, proveitosa e uma injeção de ânimo para todo mundo. O prefeito é uma pessoa que gosta de carnaval, tem olhar para cidade do Rio de Janeiro, e sabe da importância das escolas de samba. São muitas pessoas que estão passando muita necessidade, ele está preocupado com isso, e temos certeza que as coisas vão melhorar. A partir de março e abril, vamos poder dar empregos para todas pessoas do carnaval. A prefeitura vai assinar o contrato do Carnaval 2022 com todas escolas e tentar antecipar os recursos para começarmos os trabalhos, como os protótipos das fantasias, e podermos gerar empregos para os funcionários do carnaval”, explicou o presidente mangueirense.

Sobre a interdição da Cidade do Samba, Jorge Castanheira contou que o prefeito fará um grupo de trabalho para estudar como agir e conseguir a liberação do local.

“O prefeito designou uma pauta de reuniões. O grupo da prefeitura vai ter acesso ao processo para verificar possibilidades de recursos jurídicos e tentarmos viabilizar a desinterdição da Cidade do Samba”.

Castanheira revelou também que a realização das lives para escolhas dos sambas-enredo de 2022 está caminhando com avanços.

“Estive em reunião com o governador e a secretária estadual de Cultura. Estamos viabilizando. Já conversei com a direção da TV Globo e com o Boninho para encontrarmos um mecanismo nos próximos meses e viabilizarmos todo esse processo de escolha de samba, através da Lei Aldir Blanc e o Fundo Estadual de Cultura. Estamos trabalhando direto, todas escolas unidas, em prol de soluções que atendam de forma planejada um carnaval mais emocionante ainda em 2022”.

Comentários