Em post nas redes sociais, a direção da Estácio de Sá lamentou o falecimento de Zeca da Cuíca, um dos balaurtes da vermelho e branco. Veja a publicação abaixo.

“A família estaciana está de luto. O G.R.E.S. Estácio de Sá lamenta profundamente informar o falecimento de Zeca Cuíca, um dos grandes baluartes de nossa agremiação.

Chegou ao morro de São Carlos aos 3 anos de idade e lá viveu por toda sua vida. Ganhou sua primeira cuíca de Djalma Sabiá, amigo de longa data e fundador da co-irmã Acadêmicos do Salgueiro.

Se destacou como ritmista da Unidos de São Carlos com sua eterna companheira: a cuíca. Na década de 60, ajudou a criar o grupo Originais do Samba. Tocou com Marisa Monte, Paulinho da Viola, Jorge Aragão e Zeca Pagodinho, entre outros grandes nomes da música brasileira.

Jamais abandonou suas raízes e sua escola de coração!

Siga em paz, Zeca! O som da sua cuíca será sempre imortal para os estacianos e para todo o mundo do samba”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui