O presidente do Salgueiro, André Vaz, concedeu entrevista coletiva, na noite de sábado, após a vermelho e branco ter suas contas bloqueadas para o pagamento da ex-funcionária Renata Duran, filha da ex-presidente Regina Celi, que ganhou na Justiça mais de R$ 100 mil da agremiação por não pagamento dos seus direitos trabalhistas. O dirigente disse que o estatuto da escola foi rasgado pela administração passada, já que por ser benemérita, Renata não poderia ter cargo remunerado. O site CARNAVALESCO procurou Renata Duran e deixou aberto o espaço para posicionamento. Caso seja feito, ele será colocado nesta matéria. Em suas redes sociais, ela citou que foi colocada de férias e depois não recebeu mais nenhum valor da escola.

Foto: Ewerton Pereira/Divulgação Salgueiro

“Realmente, eu coloquei ela de férias e depois comunicamos o afastamento. Completamente contrário ter um benemérito trabalhando de carteira de trabalho assinada no Salgueiro. O estatuto foi totalmente violado pela ex-presidente (Regina Celi). Me estranha uma sócia benemérita, filha de ex-presidente, que dizem amar tanto o Salgueiro, e o resultado está aí, como o Salgueiro era tratado na antiga gestão. O estatuto não existia. Vamos acatar a decisão judicial. Tentar arrecadar na conta o valor que o juiz determinou e vamos brigar na Justiça até onde for preciso. Vou colocar tudo em assembleia para que os associados autorizem se tivermos que gastar dinheiro na ação, mas tudo pelo Salgueiro. O estatuto no artigo 24 diz que de forma alguma o sócio benemérito pode ser remunerado. Ela alega ter direito, o juiz concorda e isso é correto. O que não é correto é o sócio benemérito ser remunerado”, disse o presidente André Vaz.

Confira abaixo mais assuntos abordados pelo presidente do Salgueiro.

O sócio benemérito

“O estatuto diz que todo presidente que tenha quatro anos de gestão pode ter quatro beneméritos por gestão, inclusive, foi nomear os meus na próxima assembleia, porque tenho direito. A pessoa ganha o título de benemérito por ter ajudado, trabalhou e que fez muito pela escola. Ela achou que a filha fez muita e deu o título. Opção dela. O erro é dar o benemérito e a carteira de trabalho assinada, violando totalmente o estatuto. Isso nos revolta, porque o benemérito tem que estar com a escola para qualquer coisa. A gente vê isso e pergunta: ‘Qual é o amor dela para o Salgueiro?'”.

Salgueiro vai pagar e recorrer da ação

“Vamos pagar, mas recorrer. A ação será sempre respeitada pelo Salgueiro. O depósito ficará em juízo até ação ser encerrada. O juiz determinou que todas contas do Salgueiro, até o dia 19 de setembro, tem que totalizar o valor até essa data. Vamos ter o valor. Vai entrar até o fim do mês a primeira parcela da TV Globo, tem a venda de ingressos, fora a bilheteria da quadra, será pingado até um depósito grande que cubra esse valor. Essa ação nos prejudica em tudo. Estamos parados desde março de 2020. Fizemos acordo na Justiça com todos nossos funcionários de carteira assinada e estamos cumprindo tudo. Todo mundo está sendo pago mensalmente. Vamos trabalhar! Não vamos parar por essa ação”.

Apuração da escola sobre a gestão de Regina Celi

“O apurado foi que em dezembro de 2018, ela esteando inelegível, foi no banco e fez um empréstimo de R$ 400 mil sem ter assembleia. Não houve autorização do associado. Isso está tudo documentado. Tudo que a minha gestão fala, ela prova. Os associados do Salgueiro hoje sabem de tudo, quanto a escola fatura de bilheteria, boutique, bar, o que vem para os cofres do Salgueiro. Estamos indignados, porque nos sentimos lesados. O estatuto de uma agremiação é para ser respeitado e esse foi feito na gestão dela em 2012. Ela faz o estatuto e ela mesmo viola”.

Próximos passos internos do Salgueiro

“Internamente, vou levar para comissão, convoque uma uma assembleia, apure os fatos e coloque em votação a exclusão desse associado (Renata Duran). As pessoas sabiam como eram as assembleias no Salgueiro. Tinham medo de falar e se expressar. Quem iria votar contra? Agora, o Salgueiro mudou. Tudo na minha gestão é analisado pelo presidente do Conselho Fiscal e o associado que tem que aprovar. Estamos totalmente dentro do estatuto. Contra fatos, não há argumentos. É muito chato falar de problema judicial e não de carnaval. Torço para isso acabar logo. A escola está unida e feliz. O associado hoje sabe de tudo o que acontece na escola”.

Dívidas da antiga gestão

“Tenho que apresentar tudo o que acontece no Salgueiro. O salgueirense tem que saber. Eles arrecadam mensalmente para o Salgueiro quase R$ 25 mil e precisam saber para onde está indo o dinheiro deles. Tudo que foi burlado será divulgado. Temos pessoas que fizeram e fazem mal ao carnaval. Tivemos todo o processo para ela se explicar e em nenhuma vez quis vir aqui se explicar e se defender. Nossa diretoria é séria. Só o Babado da Folia era mais de R$ 1 milhão e já pagamos mais de R$ 500 mil. As contas do Salgueiro no último carnaval totalizaram R$ 13 milhões de arrecadação, como deve R$ 5 milhões? A conta não fecha. A escola é altamente viável. Como uma escola como o Salgueiro tem dívida de R$ 5 milhões deixadas pela última gestão? Quero que ela venha a público explicar onde está o dinheiro.

Como está a situação eleitoral de Regina Celi

“Não pode nem se candidatar. Não é sócia. Eles acham que depois disso tudo que fizeram com a escola querem voltar e fizer de novo. O povo acordou! Hoje, a gente faz tudo às claras. Revelei tudo o nosso faturamento. Não tem como nossa escola estar devendo e ter ações de pessoas e empresas na gestão passada. A única na minha é a filha da ex-presidente, que é benemérita”.

Impacto no desfile

“Faremos um carnaval digno de Salgueiro e lindo. O salgueirense quer o título, mas uma escola campeã começa na gestão, pagando funcionários em dia, fornecedor, impostos. Ela deixou uma dívida de imposto de mais de R$ 700 mil. Pagamos R$ 18 mil por mês. Mostro todos esses documentos. Dos R$ 5 milhões de dívidas da gestão passada já pagamos uma boa parte”.

Comentários