A volta de Alexandre Louzada para a Beija-Flor deixou os nilopolitanos muito esperançosos de que um grande carnaval virá em 2020. Afinal, foi com ele que a escola conquistou três carnavais. Mas um em especial tem celebrado a parceria com o experiente artista. Gabriel David, conselheiro da escola, elogia Louzada em entrevista ao CARNAVALESCO e diz que ele tem uma das menores vaidades do carnaval.

“Estou muito satisfeito com a volta do Louzada, é um cara que eu gostaria de trabalhar. É um dos caras com o menor nível de vaidade que eu já vi no carnaval. E o Dudu Azevedo é um cara que faltava para a gente desde a saída do Laíla. Todos os setores abraçaram ele, e ele está fazendo um trabalho brilhante”, destacou Gabriel, ainda na época da escolha do samba-enredo.

Gabriel admite os erros de 2019, mas afirma que não vai mais repetir o modelo de alegorias teatralizadas com atos. Ele ressalta que nem tudo se deve jogar fora daquilo que a escola apresentou nos últimos dois anos.

“Página de 2019 foi virada, mas não esquecemos os erros para que eles não se repitam. A realidade é que precisamos voltar algumas casas em nosso conceito de desfile, Nem o público e nem os jurados gostaram daquilo que foi apresentado. Tivemos coisas positivas, mas estamos buscando atender todos os pedidos de nossos carnavalescos. Uma escola grandiosa, luxuosa, mas inovadora. Não será um desfile tradicional. Nossas cinco alegorias tinham atos. Isso não vai se repetir. Temos de ter autocrítica em entender que não funcionou. Nem em 2018 quando fomos campeões deu certo, pois perdemos pontos no quesito alegorias. Em 2019 novamente. Nesse sentido nós iremos recuar. Teremos outro tipo de inovação”, garante.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui