Conselheiro da Beija-Flor e filho do patrono Anísio Abraão David, Gabriel David, se posicionou na tarde desta quarta-feira sobre o possível corte nos desfiles das escolas de samba. O primeiro motivo para mudança seria um pedido da TV Globo de redução do tempo de apresentação e o segundo está ligado a decisão da Prefeitura de não dar subvenção para o Grupo Especial em 2020.

“O carnaval não pode e não vai diminuir. A necessidade de diminuição do tempo é uma questão técnica de adaptação ao mundo atual. Os desfiles das escolas de samba também deve passar por essa adptação e isso não quer dizer que os desfiles vão diminuir de tamanho e/ou qualidade. Será apenas uma diminuição de tempo”, frisou Gabriel David.

O jovem afirmou que os desfiles precisam de verba pública e se não tiverem vão ser impactados. “Estaremos deteriorando um patrimônio cultural. O carnaval começa a se modernizar, mesmo que tardiamente, mas ainda há tempo. O apoio público é fundamental. Não desistam do carnaval, porque o carnaval nunca desistiu de vocês”, finalizou.

Comentários