Compositores: Levi Dutra, S. Sumaré, Raimundo Maia, Ailton Prata E André Ricardo

Intérprete: Evandro Malandro

SOU TATA LONDIRÁ DE OLORUM
NO CLARÃO DA VISÃO
MEU DESTINO ENCONTREI
MALANDRO CABOCLO, DO ROÇADO DA GOMÉIA
JUBIABÁ MINHA CABEÇA RASPOU
ORA EU, ORA MEUS ORIXÁS
A MEDIUNIDADE CADA DIA SOBRE MIM
LAROYÊ, LAROYÊ…
FOI ASSIM QUE O CANDOMBLÉ
EM CAXIAS SE ALASTROU
DO TALENTO NEGRO, MEU SENHOR

“MALANDRO VEDETE” DOS PALCOS DA VIDA
NO CANTO, NA DANÇA, A MINHA OUSADIA
VIVO A LIBERDADE, CRIO FANTASIAS
MEU FRENESI FAZ ALEGRIA DA FOLIA

NO BAILAR DO BRILHANTE
O SHOW NÃO PARA
SUPEREI AS BARREIRAS DA SOCIEDADE
É NOITE DE GALA, FESTEJO AO LUAR
AROMA DE FLORES POR TODO LUGAR
EU ANDO COM FÉ, DA FÉ NÃO DUVIDO, Ô
EPARREI… EPARREI IANSÃ
DA INTOLERÂNCIA E OPRESSÃO
FIZ DA MINHA ARTE ENCANTO DA MULTIDÃO

A BENÇÃO, MEU PAI, A BENÇÃO
ENTIDADES VOU “SARAVAR”

OKÊ, OKÊ
QUEM TEM GUIA PODE COLOCAR
NO XIRÊ DA GRANDE RIO
MEU TAMBOR VAI ECOAR
OKÊ, OKÊ
SOU JOÃOZINHO DA GOMÉIA
BRILHA A LUZ DO MEU QUILOMBO
PELA PAZ DA MINHA TERRA

Comentários