A Acadêmicos do Grande Rio foi a quinta escola a entrar na avenida, com o enredo “Tatalondirá, o canto do caboclo no quilombo de Caxias”. A escola narrava a história de Joãozinho da Gomeia, o rei do candomblé. A ala 20, nomeada de “Realeza Nagô – Imperatriz Leopoldinense, ‘Oropa’ França e Bahia, 1970”, trouxe a velha guarda da escola em fantasias nas cores verde e branco, que faziam alusão ao desfile da Imperatriz Leopoldinense de 1970, quando João da Gomeia interpretou o Rei Nagô.

Carlos Alberto Nascimento, de 71 anos, tem 30 anos só de Grande Rio. O presidente da velha guarda da escola, achou a fantasia bonita e elegante. “O enredo está bonito, a mensagem está linda e a fantasia também. Com isso tudo a gente volta campeã se Deus quiser”, contou o baluarte.

Com mais de vinte desfiles em Caxias, Claudia Bertolina afirmou estar acostumada a vir luxuosa, mas entendeu a proposta dos carnavalescos para esse ano.

“Apesar de levinha é bem quente. Achei linda e dentro deste enredo que é maravilhoso”, finalizou.

Comentários