O Grupo Especial do carnaval de São Paulo inicia nesta sexta sua disputa pelo título de campeã do carnaval paulistano. A primeira noite de desfiles terá os portões abertos ao público às 20h30 e o primeiro desfile, com a Colorado do Brás, a partir de 23h15. Além da vice-campeã do Grupo de Acesso I no ano passado, cruzarão a pista do Anhembi na primeira noite, Império de Casa Verde, Mancha Verde, Acadêmicos do Tucuruvi, Acadêmicos do Tatuapé, X9 Paulistana e Tom Maior. Através da Sintonia SASP, você poderá acompanhar ao vivo a transmissão dos desfiles.

O regulamento para os desfiles deste ano do Grupo Especial sofreu algumas modificações. A primeira mudança é no sistema de atribuição de notas, antes o jurado lançava sua nota em décimos de 8.0 a 10, com a mudança para este ano o jurado trabalhará com os décimos de 9.0 a 10. A grande novidade diz respeito ao novo critério de desempate de pontuação. No curso normal da apuração, entram para a somatória das agremiações as três maiores notas de cada quesito analisado pelos jurados, com descarte da quarta nota (mais baixa ou igual às anteriores). Neste ano, caso haja empate entre duas escolas, em qualquer colocação, as notas descartadas voltam a ser consideradas na somatória. Antes, esse desempate era baseado em sorteio de um dos nove quesitos avaliados pelos jurados. A escola que fizesse mais pontos no referido quesito ficaria à frente. Cada escola tem um mínimo de 55 e um máximo de 65 minutos para fazer o seu desfile.

COLORADO DO BRÁS – O Grupo Especial de São Paulo contará com a presença de uma tradicional escola de samba de São Paulo. Após beirar o fechamento de suas portas, a Colorado do Brás volta a compor a elite da folia paulistana depois de 25 anos. O jovem carnavalesco Leonardo Catta Preta é o responsável pelo desenvolvimento do enredo: “Hakuna Matata – Isso é viver”, tema que busca contar a história e características do país do continente africano, o Quênia. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

IMPÉRIO DE CASA VERDE – Apelidada carinhosamente como a caçula do samba, o Império de Casa Verde já demonstra muita maturidade no Grupo Especial do carnaval de São Paulo. Em apenas 16 anos na elite, a escola soma três títulos, o último conquistado em 2016. Para esse ano, a história do cinema será contada através do enredo: “O Império contra-ataca”. Responsável pelo desenvolvimento do tema, Flávio Campello explica detalhes e revela o carnaval com fácil interpretação. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

MANCHA VERDE – Almejando o inédito título do Grupo Especial do carnaval de São Paulo, a escola de samba Mancha Verde investiu uma alta quantia em dinheiro para ver sonho se tornar realidade. Conceituado na região paulista e estreante na agremiação, Jorge Freitas assume responsabilidade como carnavalesco, desenvolvendo o enredo africano: “Oxalá, Salva a Princesa! A Saga de uma Guerreira Negra!”. Jorge recebeu a reportagem do site CARNAVALESCO no barracão localizado junto à quadra. Ele explica detalhes do tema, destaca força feminina e revela que protagonista está inserida na realidade atual. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

TUCURUVI – Dando sequência a série que visita os 14 barracões das escolas de samba do Grupo Especial de São Paulo, a reportagem do CARNAVALESCO conversou com o responsável pelo desenvolvimento do enredo: “Liberdade – O Canto Retumbante de um Povo Heroico”, Dione Leite da Acadêmicos do Tucuruvi. O carnavalesco diz que o enredo é uma ideia antiga e revela também que a proposta inicial era diferente da apresentada. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

TATUAPÉ – Quem enxerga a ascensão da Tatuapé não imagina que há sete anos a escola lutava para subir ao principal grupo do carnaval de São Paulo. A Bicampeã recebeu a reportagem do site CARNAVALESCO no barracão localizado na Fábrica do Samba. Responsável por desenvolver o enredo: “Bravos Guerreiros: Por Deus, pela honra, pela justiça e pelos que precisam de nós”, o carnavalesco Wagner Santos contou mais detalhes sobre o tema. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

X-9 PAULISTANA – A X-9 Paulistana prepara uma grande homenagem para um dos maiores nomes do samba nacional. O poeta, músico, compositor e cantor, Arlindo Cruz, terá sua vida contada através de um enredo não linear, focado nas principais características e maiores paixões do artista, tanto no gênero quanto na vida pessoal. A reportagem do site CARNAVALESCO conversou com o responsável pelo desenvolvimento do tema: “O Show Tem Que Continuar! Meu Lugar é Cercado de Luta e Suor, Esperança Num Mundo Melhor”. Amarildo de Melo, carnavalesco da agremiação da Zona Norte de São Paulo, não esconde o choro quando comenta a relação da escola com a família do Arlindo Cruz. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

TOM MAIOR – Atual quarta colocada da elite do carnaval paulistano, a Tom Maior aposta em um enredo que traz reflexões através de perguntas que não tem respostas. O carnavalesco André Marins, que assina o enredo autoral “Penso… Logo existo – As Interrogações do Nosso Imaginário em Busca do Inimaginável”, recebeu a reportagem o CARNAVALESCO no próprio barracão, localizado na Fábrica do Samba. Ele contou mais detalhes sobre a estrutura do tema. * SAIBA AQUI COMO SERÁ O DESFILE

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui