Após pedidos de sambistas, inclusive, do site CARNAVALESCO de colocar o nome de Laíla no Sambódromo da Marquês de Sapucaí, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, revelou na noite deste sábado que pretende dar o nome do sambista para a Cidade do Samba 2, que abrigará os barracões das escolas do Grupo de Acesso, a Série Ouro, comandada pela LIGA-RJ. O palco oficial dos desfiles seguirá, por merecimento também, com o nome do professor Darcy Ribeiro.

Homenagem! Paes revela ao CARNAVALESCO que Cidade do Samba 2 vai ser chamada de Laíla
Paes revelou ao CARNAVALESCO a primeira imagem do projeto da Cidade do Samba 2

“Sambódromo vai continuar homenageando o grande brasileiro Darcy Ribeiro. Quero muito ter recursos para fazer a Cidade do Samba 2 para as Escolas do grupo de acesso. Já estamos detalhando o orçamento. Essa vai se chamar Laíla”, disse Paes.

Mais cedo, o prefeito tinha informado que a Cidade do Samba 2 ficaria em um terreno que a Prefeitura do Rio comprou do Exército, no seu último governo, entre a Quinta da Boa Vista e o Maracanã, na Zona Norte da cidade. Porém, depois Paes explicou que o terreno foi cedido ao Museu Nacional. “O terreno pelo que vi foi cedido ao Museu Nacional. A ideia de construir permanece. Vamos estudar alternativas viáveis. O Laíla certamente será homenageado”.

O presidente da LIGA-RJ, Wallace Palhares, comemorou a informação que a Prefeitura do Rio já trabalha na execução orçamentária para a construção da Cidade do Samba 2.

“É uma grande honra ter o nome do Laíla na Cidade do Samba 2. O Laíla sempre preservou a memória do samba, um grande mestre do samba e que sempre teve os pés no chão. O prefeito está com o sambista e não nos decepciona ao dar esse espaço tão fundamental para gente. É honra e dignidade para todas escolas de samba. É o marco na história do carnaval do Grupo de Acesso”, afirmou Wallace Palhares.

Cidade do Samba 2 é o sonho do Acesso

A construção da Cidade do Samba para o Grupo de Acesso é um sonho de todas escolas de samba. Atualmente, eles vivem abandonadas na Zona Portuária do Rio de Janeiro e sem nenhuma estrutura. O Grupo de Acesso, chamado de Série Ouro, comandado pela LIGA-RJ, é formado por 15 escolas de samba, que desfilam na sexta-feira e sábado de carnaval no Sambódromo da Marquês de Sapucaí.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.