COMPOSITORES: Meio Dia, Hélio Porto, Alfredo Júnior, Marcolla, DVD Cestas
INTÉRPRETE: Evandro Malandro

Destino, na catimba da canção
Que ousou em ler a mão
Pra que o poeta decantasse a raiz
Só quero agradecer ter nascido imperatriz
Nas voltas que o mundo dá
A poesia faz capela pro talento
Que surge no municipal
Um bom aluno aprimora o ensinamento…

Nossa arte nunca foi
Parte vil da nossa história
É Chica, é Zumbi, um novo porvir
O negro debutando a glória

Carnaval na sua essência
É docência na Escola
Vera Cruz se descobriu
Nosso mestre conduziu
Um cortejo quilombola

Sabiá… Liberdade é um poema em teu cantar
Lalala… no erudito a sinfonia popular
Ê Bahia… reluzente como a luz do dia
Vou me embora, vou no trem da alegria
Encontrar a estrela Dalva, a vedete principal
Oh saudade, oi
Hoje você é carnaval

No meu pavilhão nossas estrelas vão brilhar pra eternidade
Minha gratidão, eu canto Arlindo pra matar essa saudade
Quem não sabe o que é amor
E as lições de seu Luiz
Não sabe o que é Imperatriz

Comentários