A Imperatriz Lepoldinense confirmou nesta quinta-feira que apresentará no próximo carnaval um enredo em homenagem ao carnavalesco Arlindo Rodrigues. O desenvolvimento fica a cargo de sua maior discípula, Rosa Magalhães.

“Arlindo, assim como Gonçalves Dias (autor de Canção do Exílio, que serviu de referência para o desfile da Imperatriz em 1982 – “Onde canta o Sabiá”), foi um representante do romantismo em sua obra; em cada carnaval um novo Brasil nos era apresentado através de suas interpretações das culturas nos nossos povos”, explicou a professora.

Foi na Imperatriz Leopoldinense que Arlindo Rodrigues talhou o inconfundível estilo de luxo e elegância que marcam a estética da verde e branca da Leopoldina. Na agremiação de Ramos ele permaneceu entre 1980 e 1983 e em 1985 e 1987, ano de seu último trabalho. Na escola Arlindo ganhou os carnavais de 1980 e 1981.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui