Com a queda nos termômetros no Rio de Janeiro, a Imperatriz Leopoldinense antecipou a campanha “Aquecendo Corações”. Para levar um pouco de calor e carinho aos que mais precisam, voluntários da escola distribuíram, na noite de segunda-feira, quentinhas, agasalhos e cobertores a pessoas em situação de rua nos bairros de Ramos e Bonsucesso, Zona Norte da cidade.

Foto: Divulgação

“Nós seguimos atentos e com olhar cuidadoso para nossa comunidade e, em especial, aos mais vulneráveis. A Imperatriz é uma escola de samba cercada por três grandes complexos de favela [Alemão, Penha e Maré] e, por isso, pedimos a contribuição daqueles que possam ajudar. Nosso objetivo é formar uma corrente de solidariedade cada vez maior”, afirma João Felipe Drumond, diretor executivo da Imperatriz.

O ponto de coleta das doações é a quadra da agremiação, que fica na Rua Professor Lacê, 235, em Ramos, próximo à estação de trem. Para ajudar, basta levar a doação de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h, no local.

“Toda ação social é, na essência, emocionante. É um ato de cidadania. Esse também é um papel de uma escola de samba. Cumpriremos nossa missão social com diversas atividades na quadra e nas redondezas ao longo do ano”, diz Gabriel Mello, coordenador de Carnaval da escola.

A ação faz parte do programa Imperatriz Social, que recentemente distribuiu flores no dia das mães, ovos de chocolate para a criançada da região na Páscoa, entre outras atividades.

Comentários