Em preparação para o desfile de 2022, a escola de samba Imperatriz Leopoldinense encerrou as inscrições para as alas de comunidade. Não houve a comercialização de fantasias para o desfile. Todas as vagas foram destinadas a pessoas da comunidade da escola.

Foto: Divulgação

“Buscamos um reencontro e conseguimos. Feliz em ver a escola pulsante, contente e querendo, mais do que nunca trazer o título para Ramos. Com a ajuda dessa comunidade, não tenho dúvidas que faremos um grandioso desfile”, comemorou a presidente Catia Drumond.

Durante toda a preparação para o carnaval foi possível se inscrever pela internet, através do site da escola ou então presencialmente.

“No auge da pandemia, em que estivemos um pouco mais distantes, recebemos muitas inscrições. Agora, presencialmente conseguimos completar todas as Alas. Apesar da pandemia, nossa comunidade sabia que uma hora tudo isso ia passar e voltaríamos a nos reencontrar. Aconteceu! Faremos a maior abertura da história”, completou o diretor executivo da escola, João Drumond.

Com o enredo “Meninos eu vivi… onde canta o sabiá, onde cantam Dalva e Lamartine”, de autoria da carnavalesca Rosa Magalhães, a Imperatriz Leopoldinense abre os desfile do Grupo Especial, no dia 22 de abril.

Comentários