Compositores: Arthur Franco, Herval Neto, Wilson Júnior e Lucian Kastro
Intérpretes: Arthur Franco

É RAIZ, É RAIZ, A FÉ QUE EMBALA MEU IMPÉRIO
COM HERANÇA E VIGOR ANCESTRAL
FAZ TREMER NA ILUSÃO DO CARNAVAL
NÃO VOU DEIXAR, A GANÂNCIA CORROMPER
A MINHA ESCOLA, QUE TRAZ O ARTISTA
NÃO ADIANTA “VISUAL VIRAR QUESITO”
SE A MAGIA ESTÁ NA ALMA DO SAMBISTA.
RESISTÊNCIA E BRAVURA DOS PALMARES, COMO IMORTAIS DE “PÉS NO CHÃO”,
COMISSÃO DE FRENTE DE “CANDEIAS” E A MALANDRAGEM, CARIOCA DE MOREIRA

BAIANA, QUE GIRA A SAIA RENDADA ÔÔÔ
QUE FAZ TODO POVO SAMBAR, SAMBAR, SAMBAR
ECOA “MARTINHO” E “LUIZ CARLOS DA VILA”
“SINFONIA” PRO MEU CAMINHAR

“NOVA ESCOLA” FOI CRIADA, NO VERSAR DE UM “MANIFESTO” UM “PROTESTO”
CORPO E INSPIRAÇÃO, BATUQUE É A NOSSA TRADIÇÃO
SORRISO PRETO QUE SIMPLES SEDUZ, ORIGEM “SOLANO”, “ENCANDEIA” COM LUZ
PEGA O TAMBORIM, TRAZ O PANDEIRO, CHEGA “PAULINHO” COM SEU VIOLÃO
COM MIUDINHO DE POEIRA, JONGUEIRO, CAPOEIRA, KIZOMBA DA CULTURA BRASILEIRA.
CANTO A LIBERDADE, COM EMOÇÃO QUILOMBOLA DE VERDADE

ORA YÊ YÊ O!, ORA YÊ YÊ O!
COM AS BENÇÃOS DE NOSSA SENHORA, SIM SENHOR
ORA YÊ YÊ O!, ORA YÊ YÊ O!
MEU SAMBA É RAIZ, QUE FAZ DA FORMIGA UM POVO FELIZ

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui