COMPOSITORES: Thayssa Menezes, Emerson Carmo, Marvyn Siqueira e Gustavo Bebê
Intérprete: Chicão

“Irmão, axé!”
“Olha o sol de frente”
Deixa toda sombra para trás
Faz valer a luta de ancestrais
Fala do lugar que te pertence
Sem as “correntes” que vestiram nossa dor
Conta a verdade de um povo
Que desce o morro pra mostrar o seu valor

“DIA DE GRAÇA”, “FESTA DA RAÇA”
ARTE NEGRA, MANIFESTO QUILOMBOLA
DO JONGO AO LUNDU, MARACATU
GIRA BAIANA, PRA SAUDAR A “NOVA ESCOLA”.

Vem aquilombar o pensamento
O movimento é nós por nós
Punhos cerrados, rosto marcado
São pretos os nossos heróis
E esse trem segue acelerado
Deixa um legado, quem aqui semeia
“Poeta Negro” a cultivar seus versos,
À luz de uma “Candeia”
Que arde e não cansa de iluminar a esperança

SAMBA DE QUILOMBO, RESISTÊNCIA E RAIZ
IMPÉRIO DE GENTE FELIZ
SOB AS BÊNÇÃOS DE OXUM, O CANTAR DO PARTIDEIRO
“SE NÃO PODE COM A FORMIGA, NÃO ATIÇA O FORMIGUEIRO”

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui