Compositor: Paulinho Valença

MULHER, HOJE O IMPÉRIO É O SEU LUGAR
E SUA VOZ, COMO FLOR QUE DESABROCHA EM MADUREIRA
VAI ECOAR NA AVENIDA COM O MEU CANTAR
SOU TIA MARIA, RAINHA JONGUEIRA
VEM PRA LUTA CONTINUAR
ENCONTRAR A PAZ E A INSPIRAÇÃO
COLHER, APRENDER, CULTIVAR UMA NOVA VISÃO
CONHECER MEU LUGAR
NEIDE, IVONE, VERA E OLEGÁRIA
FRUTOS DO JARDIM DE TIA EULÁLIA

UM MERGULHO NO PASSADO A DESVENDAR
CORAGEM, DETERMINAÇÃO
ÁGUA NO TACHO COM PIMENTA VIRA ARMA
CONTRA A INVASÃO

SEGUE A PROSA AO SOM DO MEU TAMBOR
GUERREIRA QUILOMBOLA
A GUERRA SEM MEDO DA DOR
NA FÉ, HEROÍNA
VOU VENCENDO OS ESPINHOS
ABRINDO CAMINHOS
ERGUENDO TRINCHEIRAS
COM A CERTEZA DA VITÓRIA
LIBERDADE E GLÓRIA
DOU NOME A LEI
JÁ POSSO VOTAR
O EMPODERAMENTO CHEGOU PRA FICAR
FEMINISTA, REVOLUCIONÁRIA, TRANSGRESSORA
SEMPRE PRONTA PRA LUTAR

ÔÔÔ MEU IMPÉRIO É SAMBA NO PÉ
ÔÔÔ É BELEZA, É JONGO, É MULHER
SINGELA HOMENAGEM DA SERRINHA
SEU LUGAR É ONDE VOCÊ QUISER

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui