Compositores: Juarez Amizade, Rodolfo Caruso, Juca, Wagner Zanco, Zé Maria , Edu D’Avila

Intérprete: Digão Audaz E Felipe Nazário

HOJE TEM GIRA E CAPOEIRA
PAI OGUM ESTÁ DE RONDA
SERRINHA DESCE A LADEIRA
NASCIDO NO RECÔNCAVO BAIANO
VALENTE, DESTEMIDO, JUSTICEIRO, MANGANGÁ
ABRE A RODA, MESTRE ALÍPIO VAI JOGAR
ORI BORDADO PELAS MÃOS DAS IABÁS
AS ERVAS DE ÒSÁNYIN, PARAÍSO JUREMÁ
EXU ABRIU CAMINHOS, XANGÔ PROTEÇÃO
FIDELIDADE À SUA RELIGIÃO

É GINGA PRA LÁ, É GINGA PRA CÁ
É RABO DE ARRAIA, Ê CAMARÁ
CORDAO DE OURO, CORPO FECHADO
CARREGAVA O SEU PATUÁ

LIBERDADE É UM DIREITO, SINHÔ
TRABALHOU TEM QUE GANHAR
“QUEBRAR PRA SÃO CAETANO”
ERA UM DITO POPULAR
O NEGRO NADA TEMIA
NO SEIO DA MATA SE PROTEGIA
LUTOU, RESISTIU
COM A FACA DE TUCUM
O BRAVO BESOURO SUCUMBIU
VIROU POESIA E LADAINHA
“CALÇA, CULOTE, PALETÓ, ALMOFADINHA”

BATE PANDEIRO, CHORA VIOLA
VEM LEVANTAR POEIRA
PRA VOLTAR AO SEU LUGAR
REIZINHO DE MADUREIRA

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui