A Inocentes de Belford Roxo anunciou que mestre Juninho, 22 anos, é o novo comandante dos ritmistas. O novo diretor teve seu primeiro contato com instrumentos musicais, aos 14 anos, quando aprendeu a tocar surdo de terceira, tendo como instrutor Carcará, que era um dos diretores de bateria da Inocentes.

Em seguida foi aprimorando seus conhecimentos, e logo estava tocando outros instrumentos que compõe a bateria, nos projetos da quadra. Assumiu o surdo de terceira, na estreia da Tricolor no Grupo Especial. Há quatro anos, passou a fazer parte da direção de bateria.

“Foi uma enorme surpresa receber esse honrado convite. Estou muito feliz. Minha trajetória no samba começou na escola de Belford Roxo, há oito anos. Sempre sonhei com esse momento, por isso me dediquei ao máximo em aprender tudo sobre como dirigir uma bateria. É um novo desafio que estarei encarando na minha vida, mas sei que poderei contar com meus amigos da Cadência da Baixada e com toda a diretoria da escola que depositou a confiança, num jovem morador de Belford Roxo. Agradeço ao mestre Washington Paes e com certeza darei continuidade ao trabalho com grau de excelência em busca das notas máximas”, declarou mestre Juninho.

O presidente Reginaldo Gomes também comentou sobre a mudança na bateria:

“Serei sempre grato ao mestre Washington Paz pela sua história de sucesso em nossa escola. Hoje com muito orgulho entregamos o comando dos ritmistas, a um jovem formado no nosso projeto, uma prata da casa, que soube aproveitar os ensinamentos e tornou-se um grande profissional. Sei que essa ação é um incentivo para outros jovens irem em busca do seu objetivo com responsabilidade, sabedoria e força de vontade. Deposito toda minha confiança em mestre Juninho, como já depositei em outros artistas que estrearam na Inocentes e agora são consagrados. O mestre brevemente iniciará seu trabalho na quadra”.

A Inocentes de Belford Roxo terá como enredo para o próximo carnaval, “A meia-noite dos tambores silenciosos’, do carnavalesco Lucas Milato.

Comentários