A Imperatriz Leopoldinense apresentou neste domingo sua nova rainha de bateria que estará à frente da Swing da Leopoldina no Carnaval 2020. A cantora Iza voltou às suas origens e retornou ao local onde estudava e brincava quando era criança. Criada em Olaria, bairro vizinho a Ramos, a rainha de bateria dos gresilenses disse se sentir em uma grande festa de família.

“Isso é muito louco (risos), parece até aniversário, tem um monte de amigos ali fora, todo mundo super animado. Eu tô muito feliz realmente, eu não estou nem acreditando. Eu sempre quis viver isso, sempre sonhei em ser rainha de bateria, sempre achei muito lindo, eu gosto da arte do samba, mas eu nunca imaginei que eu pudesse fazer isso. É um lugar realmente importante para mim, vários amigos moram aqui perto, eu estudava aqui no Pio XI (colégio) e tudo muito próximo. É um dia de festa para mim”, disse Iza ao site CARNAVALESCO.

Admiradora do samba e com muito talento para o ritmo, Iza mostrou muito swing e talento na hora de sambar à frente dos ritmistas sendo apresentada por mestre Lolo. A cantora falou sobre um figura do samba que é sua inspiração desde pequena.

“Eu vou falar de uma musa daqui mesmo da escola. Na verdade, quando eu vi a Ketula (Mello, musa da escola) pela primeira vez, no concurso do Caldeirão pela Porto da Pedra ainda, falei que nunca tinha visto uma mulher tão linda na minha vida, tão empoderada. Aquilo me deu um sacode, sabe? E aí quando eu descobri que eu vinha para cá eu mandei mensagem e disse ‘eu não acredito que vou te conhecer’. Ela representa muito o samba, a mulher negra e ela vai me ajudar muito aqui”, comentou Iza.

Com o seu trabalho também voltado para tratar das questões sociais, a cantora encontrou um paralelo com o trabalho do recém contratado carnavalesco da Imperatriz, Leandro Vieira que nos últimos enredos na Mangueira tem pisado bem forte no terreno das críticas às desigualdades, à intolerância religiosa e à hipocrisia de governantes.

“Eu acho que isso é muito importante. Na minha arte eu sempre tenho essa preocupação de incluir aquilo que mais importa, a questão social. Acho que a gente pode falar sobre sexo, amor, sentimentos, amizade, idas e vindas, mas é importante também a gente falar sobre as coisas que realmente importam que fazem o bem para a sociedade, refletir tudo o que a gente tem vivido hoje. Acho que a gente consegue comunicar e emocionar muita gente assim. Então, eu me correlaciono com ele nesse trabalho porque eu também penso dessa forma e procuro também trabalhar desse jeito”.

A cantora foi coroada pelo presidente da escola Luizinho Drumond. A festa contou com a participação especial da super convidada de honra, Alcione, que cantou ainda duas músicas. Durante o evento, a escola também apresentou oficialmente os novos coreógrafos da comissão de frente, Hélio Bejani e Beth Bejani.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui