Às vésperas de completar 20 anos no comando do carro de som da União da Ilha do Governador, Ito Melodia voltará a ter a responsabilidade de ajudar a escola com a missão principal de voltar ao Grupo Especial, após 11 carnavais seguidos na elite do carnaval carioca. Desde 2002 como voz principal da Ilha, com uma breve passagem no final dos anos 90 na Porto da Pedra, Ito, em entrevista ao site CARNAVALESCO, durante as gravações do CD de samba da Série Ouro, agradeceu a Deus por poder voltar a viver o ambiente do carnaval e exercer a profissão e a paixão de sua vida.

Foto: Allan Duffes/Site CARNAVALESCO

“Depois de quase dois anos sem carnaval, uma dificuldade danada para todos nós que vivemos dele, e saber que a gente vai poder voltar a respirar, e, em um momento assim em que tudo está voltando ao normal, a União da Ilha escolhe um enredo falando do escravo Zacarias, contando a história de Nossa Senhora e a escola em conjunto com a diretoria escolheu esse samba maravilhoso de autoria de Marquinhus do Banjo e parceria, eu fiquei muito feliz de gravar e poder cantar essa mensagem de abraço, de solidariedade e carinho, de felicidade, de amor, de saúde e de paz, que é tudo que nós estamos precisando. Sem o carnaval, estava difícil demais de viver, de sobreviver. É uma satisfação poder ter o carnaval em 2022. É uma honra poder cantar pela União da Ilha mais uma vez, a falta que eu estava sentindo era enorme, de poder relembrar meu pai”, revelou um emocionado Ito.

Com um enredo com bastante apelo emocional, trazendo a história de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, cujo samba foi escolhido nos primeiros minutos do dia dedicado à Santa, em outubro do ano passado, Ito aproveitou o tema para rogar a Nossa Senhora, uma ajudinha para o desfile da União da Ilha.

“E vamos pedir que a Nossa Senhora de Aparecida nos cubra com seu manto na Avenida e que venha o título para a União da Ilha, porque nós vamos lutar e correr atrás disso. Com todo respeito as co irmãs, sabemos que não vai ser fácil, super acirrado, mas nós estamos com profissionais fantásticos, desde a comissão de frente até o último funcionário da escola, com um samba lindo que vai emocionar. Estamos dando tudo de nós pelo amor que nós temos pela União da Ilha e pelo amor que nós temos pelo samba, e pelo amor que nós temos a esse enredo. A felicidade é maravilhosa, me preparando muito, muito feliz e contando com o canto, com a emoção e com a vibração, com a energia, com a garra, com o sentimento da União da Ilha do Governador para que nós possamos voltar para o Grupo Especial”, espera o intérprete.

Excelência na bateria

Na bateria, a Ilha seguirá dividindo o comando do quesito entre os mestres Keko Araujo e Marcelo Santos, que já estão à frente da ‘Baterilha’ desde 2019. Em entrevista para o CARNAVALESCO durante a gravação da Série Ouro, a dupla falou um pouco sobre a preparação para o carnaval e sobre a expectativa para o desempenho do samba na Avenida. Para Mestre Keko, o samba da União da Ilha de 2022 favorece muito o desenvolvimento da criatividade da bateria da tricolor insulana.

“Graças a Deus a escola teve sabedoria na hora de escolher o samba, um samba bom, um samba bem emocionante, fala de Nossa Senhora Aparecida, então isso favorece muito, primeiro pela parte da emoção. E o samba, ele nos dá oportunidade para a criação, criar bossas, e isso favorece muito a gente da bateria. A gente sempre gosta de um samba que tenha alguma coisa que inspire a gente a criar bossas. Então, acredito que vai ser um samba bem alto astral, vai emocionar bastante na Avenida, e, eu tenho certeza que promete, e vai dar um melhor pra gente levar pra Avenida depois desse tempo parado, e tenho certeza que a gente vai fazer um trabalho digno do tamanho da nossa escola União da Ilha. Eu estou contando as horas para chegar o dia e rever todo mundo lá na Sapucaí e fazer o que a gente sabe fazer de melhor”, explica mestre Keko.

Já o mestre Marcelo revelou o planejamento que está sendo realizado para levar um grande número de ritmistas para o desfile de 2022. “A princípio a nossa ideia é vir com o mesmo número de ritmistas que nós viemos no Grupo Especial, que é 270/ 280 ritmistas. Estamos chegando nessa faixa aí de 280”, revelou Marcelo Santos.

O samba da União da Ilha para o carnaval de 2022, teve autoria de Marquinhus do Banjo, Gugu das Candongas, Almir da Ilha, Júnior Nova Geração, Rafinha da Ilha, Romeu, Rafael Mikaia e Marcio André Filho. Marquinhus do Banjo falou durante a gravação do CD sobre as características do samba que considera importantes para ajudar a União da Ilha a fazer um grande desfile no próximo carnaval.

“Quando terminamos o samba, eu falei ‘ nós acertamos na veia’. Eu acho que desde o primeiro momento eu disse que se viesse um samba, poderia até existir um samba para vencer o nosso, a Ilha teria um dos grandes sambas se não fosse o nosso, porque no nível, eu achei que a gente seguiu muito a diretriz da sinopse, acho que a gente conseguiu unir o útil e o agradável em um samba só. Esse foi o diferencial”, entende Marquinhus.

Com o enredo “o vencedor de orações”, a União da Ilha do Governador será a quinta escola da Série Ouro, na quarta-feira, dia 20 de abril, a desfilar na Marquês de Sapucaí.

Comentários