Em um momento cada vez mais difícil para a grande mídia divulgar nossas escolas de samba, o jornal MEIA HORA abre um espaço de resistência e de respeito aos sambistas. Começa a circular nesta sexta-feira, no jornal impresso, a coluna “Espaço do Sambista”, assinada pelo jornalista Alberto João, responsável pelo site CARNAVALESCO e que começou sua carreira na Editora O Dia, inclusive, trabalhando no site O Dia na Folia.

“Na minha carreira sempre lutei e muito para defender mais espaço para o carnaval e os desfiles das escolas de samba. Ter uma coluna no MEIA HORA é a oportunidade de marcarmos nosso espaço. As escolas de samba e seus artistas merecem um lugar de destaque na imprensa do Rio de Janeiro e do Brasil”, disse Alberto João.

A coluna “Espaço do Sambista” sairá toda sexta-feira e terá sempre um espaço de entrevista com uma personalidade do carnaval. A estreia é com Evelyn Bastos, rainha de bateria da Mangueira, e umas das sambistas mais ativas na representação fundamental da identidade do negro, da mulher e da sua comunidade.

“O MEIA HORA está sempre com todas comunidades do Rio de Janeiro. O carnaval é nossa alma e cultura representativa do Rio de Janeiro para o Brasil e o mundo. O ‘Espaço do Sambista’ é também um lugar de resistência. Vamos mostrar os verdadeiros artistas que produzem o espetáculo, ou seja, os cantores, casais, mestres de bateria, carnavalescos, figurinistas, e, quem tem história no carnaval, mostrou sua cara e venceu”, explicou Edmo Junior, Editor-chefe do jornal.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui