A sorte será lançada para o Paraíso do Tuiuti na noite desta quinta, quando a Liesa realiza o sorteio com a ordem dos desfiles do Grupo Especial de 2020. Vice-campeã desfilando domingo em 2018, a escola não obteve um bom resultado passando na segunda-feira este ano. O diretor de carnaval Junior Schall revela suas preferências para o sorteio.

“Prefiro a segunda-feira, pois essa é uma questão ligada ao julgamento em si, entre outros fatores. Dentre eles, as possibilidades existentes de se poder avaliar até os momentos finais, que antecedem um desfile, toda e qualquer mudança em prol de ação mais eficaz na avenida. O lado de concentração influencia sim, hoje, toda a estratégia de trabalho de uma grande escola de samba, passa necessariamente pelo seu lado de desfile, isso, de forma fundamental desde o projeto de carnaval no nascedouro, com maior impacto no que tange a parte alegórica, por motivos diretos, como a montagem das alegorias na concentração, por exemplo. Passando pela condição, também, da logística e preparação de componentes no exercício da harmonia. Existem escolas que se especializaram, de certo modo, em desfilar num determinado lado, tirando benefícios muito positivos desta condição. Com relação ao comparativo, essa questão reforça o valor do sorteio, da preparação (e possibilidades de mudanças estratégicas pontuais até o último momento) e a percepção da compreensão e execução do projeto de carnaval da agremiação. Neste sentido, creio na importância ampla de olhar plural no conjunto da escola, no seu melhor equilíbrio, na sua sintonia mais fina. O quesito conjunto, ao meu ver, continua vivo e muito representativo, tendo, nos dias de hoje, a necessidade de ser percebido, alinhado, polido e moldado na comunicação eficaz do todo de uma escola e na, consciente, operação coletiva de toda um equipe, da comissão de frente ao último componente da última ala”.

O mestre Ricardinho corrobora com a opinião do diretor e também joga luz sobre a importância de desfilar na segunda noite, devido ao aspecto comparativo do desfile.

“Preferência sempre segunda-feira entre a segunda e a quarta escola. Mas foi como quarta de domingo que conquistamos o vice-campeonato, o que desmistificou pra nós o domingo. Nossa escola gosta mais de desfilar pelo Balança, pois tradicionalmente é de onde vieram nossos melhores resultados. Os critérios de julgamento realmente não são justos principalmente com quem abre os desfiles. Se a escola faz tudo certinho no quesito ainda sim pode ser penalizada em um ou dois décimos pelo tal critério comparativo”, ressalta.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui