Após eleição na sede da Liesa que apontou Jorge Perlingeiro novo presidente, a equipe do site CARNAVALESCO conversou com um dos maiores representantes da folia carioca para saber sua avaliação. Laíla afirma que não concordava com algumas posições da nova diretoria, mas que a partir das mudanças que foram feitas, acreditou que o caminho era o correto.

“Perlingeiro não é novo presidente. É cria da casa, amigo do Guimarães e trabalhou com o Jorginho durante esse tempo inteiro. Veio desde o doutor Castor. É uma pessoa preparada para assumir a função. Vai dar continuidade, obviamente. Uma das coisas que me preocupava era a presença de um presidente de escola de samba fosse vice-presidente, eu não concordava muito com isso. O caminho traçado é o certo. Sou fundador da casa, me sinto muito orgulhoso por permanecer no coração deles”, explica.

Sobre a modernização da festa e atuação mais atraente para os jovens, Laíla é sucinto em sua opinião.

“Tudo é possível desde o momento que não se achate o samba. Tem que se pensar em tecnologias e loucuras que venham de encontro as raízes sambistas. Temos milhares de caminhos que poderão ser respeitados defendendo a figura principal, que é o maior espetáculo da terra. O Gabriel está cheio de vontade, essa é a praia dele. O Capitão Guimarães foi muito feliz em falar que precisa de renovação e é lógico que está certo. Que as mudanças sejam pensadas dentro dos caminhos normais”.

Laíla finalizou afirmando que ainda segue sem destino para o próximo carnaval, e que está esperando uma nova oportunidade.

“Não tenho contato com nenhuma escola. Ainda não morri. É lógico que quero e pretendo fazer. Tendo oportunidade, lá estarei. É só fazer uma análise da minha história dentro do carnaval. Tive uma infelicidade devido a outros fatores, mas não desaprendi. Se aparecer algo, lógico que vou trabalhar”, finalizou.

Comentários