O carnavalesco Leandro Vieira, da Estação Primeira de Mangueira e do Império Serrano, é um artista consciente do momento em que vivem os funcionários e colaboradores que trabalham na produção dos desfiles das escola de samba e estão parados devido à pandemia da Covid-19. O artista disponibilizou 50% do lucro das vendas de sua foto para o projeto Fotos Pró Rio para o Barracão Solidário.

O link para a compra da obra é: https://fotosprorio.com/collections/daniela-name/products/leandro-vieira

O projeto é uma ação solidária que reúne fotografias selecionadas por cerca de 80 curadores de todo o Brasil que serão vendidas ao preço único de R$ 180 reais, cada, a fim de beneficiar três respeitadas ONGs por sua seriedade e atuação cultural: Redes da Maré – Somos Todos Maré, Jongo da Serrinha e Solar Meninos de Luz.

“Na compra da obra de minha autoria, 50% do lucro das vendas serão destinados às ONGs já mencionadas. Os outros 50% serão integralmente destinados ao projeto Barracão Solidário. A imagem registra minhas andanças pelo Brasil que me arranca suspiros. Uma fotografia de acervo, intitulada “Mineira”, clicada em 2013, em Tiradentes”, explicou Leandro Vieir.

O projeto, articulado pelo FotoRio, Galeria Aymoré Ateliê Oriente e Retrato Espaço Cultural é uma campanha que fica no ar até o dia 19 de outubro. Como se vê, sem grandes apoios, seguimos na base do “nós por nós”. #FotosPróRio reúne um timaço de curadores, entre eles, João Roberto Ripper, Daniela Name, Marcelo Campos e Pedro Karp. Fotógrafos como Walter Carvalho, Walter Firmo, Bob Wolfenson e Ana Branco.

O Barracão Solidário prevê o auxílio dos trabalhadores que realizam os desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro que encontram-se sem trabalho em função das incertezas advindas do cancelamento das atividades carnavalescas em função da pandemia.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui