Os presidentes das doze escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro já estão cientes do projeto para o fechamento das notas após cada dia dos desfiles no Carnaval 2022. Os julgadores dariam todas notas após a última escola de domingo e os envelopes seriam lacrados. O mesmo aconteceria depois da última escola na segunda-feira. Todos notas só serão conhecidas apenas na apuração, na quarta-feira de cinzas, e lidas no formato tradicional, como foi realizado até o Carnaval 2020.

Presidente Jorge Perlingeiro e o coordenador de Julgadores, Júlio César Guimarães, elogiaram o nível dos debates. Foto: Henrique Matos/Divulgação Liesa

A ideia não é ter a campeã de um dia e do outro, mas dar igualdade para a competição, evitando o privilégio para quem desfila na segunda-feira. Lembrando que a Viradouro foi campeã em 2020 desfilando como a segunda escola de domingo. Desde 2010, quando a Unidos da Tijuca venceu, que uma escola vencedora não tinha desfilado no primeiro dia de apresentações no Sambódromo.

O projeto ainda está em debate na Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa). Alguns dirigentes ouvidos pelo site CARNAVALESCO, que pediram para não serem identificados, gostaram da proposta e outros ainda estão indecisos. O martelo deve ser batido ainda esse mês ou em novembro. A possibilidade é grande que a proposta vire realidade.

A definição mudaria consideravelmente a competição, afinal, quem desfila no domingo, sempre tem como desvantagem o volume de informações que os julgadores recebem no pós desfile. Após o primeiro dia, eles vão para casa, conversam com familiares, amigos e podem ver notícias. Nada disso acontece com quem desfila no segundo dia, já que todas notas (domingo e segunda) são dadas após a última escola do grupo passar pela Marquês de Sapucaí, na manhã da terça-feira.

Ciclo de debates

Desde o início do mês, em reuniões plenárias, a Liesa realiza um ciclo de debates na Cidade do Samba. Os carnavalescos e diretores de carnaval já estiverem presentes nos dois primeiros encontros. Na próxima quarta-feira, os julgadores participam. A reunião final com os presidentes será no dia 27 de outubro.

“A plenária será soberana para analisar todas as questões e, se considerar pertinente, promover mudanças no Regulamento e no Manual de Julgadores. As mudanças aprovadas já serão postas em prática no Carnaval de 2022”, explicou Perlingeiro, em entrevista ao site da Liesa.

Comentários