Vice-presidente da Vila Isabel e benemérito da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), Luiz Guimarães, participou do programa “Bar Apoteose”, na noite desta segunda-feira, e abordou diversos assuntos do carnaval do Rio de Janeiro. Veja abaixo trechos.

Nova Liesa
“É um processo que a Liesa tinha que passar para ter transição. É um mandato transitório para fazermos um futuro diferente no samba. Os nossos pais criaram (a Liesa), como muita sabedoria, mas em alguns aspectos deixavam a deixar, entendo, porque é o outro momento, não enxergam como vemos a mídia social, marketing e comercial que não eram bem explorados. O mandato transitório que digo é em forma de terem novas pessoas na administração da Liesa. O futuro da Liga está sendo feito a partir de hoje. Temos que esperar, analisar esse mandato e ver o que foi válido ou não. Estamos otimistas e bem confiantes”.

Relação com a prefeitura e o estado
“Está todo muito engajado em prol da melhoria do coletivo. As escolas fortes, a instituição forte. Uma coisa puxa outra. Estou sempre com todos da direção. Procuramos um presente neutro para dar credibilidade maior na Liesa. Estamos surfando na onda também de termos um prefeito e governador bons que a gente não tinha faz tempo”.

Mulheres e negros na direção da Liesa
“Isso tem que partir primeiramente da escola em começar a introduzir suas mulheres participando mais ativamente da agremiação. É um processo que começa nas escolas. Não vejo essa administração priorizando A ou B”.

Contrato da Liga com a Prefeitura do Rio
“Para o comercial é muito melhor ter o contrato de quatro anos de contrato da Liga com a Prefeitura do Rio. A gente pode vender comercialmente o carnaval já pensando daqui dois ou três anos. O cara pode comprar frisa e parcelar. O mesmo acontece com os camarotes. Estamos lutando muito por isso. Melhora em muitos aspectos. Sobre começar a venda, tem que ponderar muita coisa.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.