O domingo está mais triste para todos os apaixonados por samba. O grande compositor David Corrêa, autor de obras inesquecíveis do carnaval do Rio de Janeiro, faleceu aos 82 anos. O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, confirmou a informação para o site CARNAVALESCO.

Na segunda quinzena de abril, David Corrêa sofreu um atropelamento em Jacarepaguá. Passou por cirurgia e teve alta hospital. Porém, o sambista teve um problema renal, nos últimos dias, foi internado e acabou falecendo neste domingo.

David Corrêa é autor de clássicos do carnaval, como “Macunaíma, Herói de Nossa Gente” (1975); “Hoje Tem Marmelada” (1980), “Das Maravilhas do Mar, Fez-se o Esplendor de Uma Noite” (1981); “Skindô, Skindô” (1984); e “Atrás da Verde e Rosa Só não Vai Quem Já Morreu” (1994).

Fora do carnaval, lançou quatro álbuns musicais de samba e pagode. Menino Bom em 1976; Lição de Malandragem em 1981; Pique Brasileiro em 1986, fazendo sucesso com a música “Estrela de Oiá”; e Chopp Escuro em 1991. Suas composições foram gravadas por artistas como Elza Soares, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Almir Guineto, Beth Carvalho, Jorge Aragão, Alcione, entre outros.

Comentários