Espetáculo e organização resumiram a noite de lançamento do enredo da Mancha Verde, a atual campeã do Grupo Especial de São Paulo, na quadra da escola. A agremiação espalhou diversas cadeiras no centro da quadra para que todos pudessem assistir ao espetáculo planejado. A bateria e ala musical se apresentaram no evento.

O carnavalesco Jorge Freitas deu uma introdução objetiva e abriu a performance. O primeiro ato remeteu ao tempo de Jesus Cristo. No segundo, os atores encenaram o nascimento de Cristo, e atrás personagens com vestimentas natalinas. O terceiro ato trouxe a batalha entre o bem e o mal.

Um detalhe que chamou atenção foi a imagem de políticos, como do ex-governador Sérgio Cabral, o ex-presidente Michel Temer e a ex-presidenta Dilma, que dividiu o público entre vaias e aplausos. João de Deus também foi colocado no vídeo. Ainda no ato, também passaram imagens de bombeiros resgatando pessoa soterraras em desastres naturais, o atentado da escola em Suzano e os 80 tiros no carro do músico Evaldo dos Santos. O ato encerrou com o personagem que interpretou Jesus Cristo, estendendo uma placa com “povo” escrito.

No momento da encenação da crucificação, Maria, aos prantos, levantou placas com os dizeres: Terrorismo, Inquisição, fome, racismo, homofobia, feminicídio, entre outros.

Ao final, com todos os componentes cantando “Trem-bala”, o carnavalesco Jorge Freitas divulgou o enredo: “Pai, perdoai. Eles não sabem o que fazem”. Segundo o artista, o enredo é reflexivo e forte, para que a Mancha Verde conquiste o bicampeonato.

Novidade na Mancha Verde, mestre Guma falou da chegada na escola. “O projeto Mancha Verde foi uma surpresa pra mim. A recepção foi maravilhosa. É uma escola muito família. Demos o pontapé inicial com o lançamento do enredo e já estamos ensaiando há 7 semanas e a partir de agosto começamos o projeto para o Carnaval 2020, sempre mantendo as características da bateria. Vou trabalhar bem a base, execução e ritmo. Vou mesclar com algumas coisas que eu curto fazer, mas sem mudar a identidade da bateria”, afirmou.

Freddy Vianna, intérprete da Mancha Verde, falou sobre o enredo de 2020. “O Jorge é um carnavalesco muito organizado. O enredo é bem emotivo e com certeza vai tocar o coração de quem estará no Anhembi”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui