Por Guilherme Ayupp

Cotada como uma das mais fortes candidatas ao título do Grupo Especial do Carnaval 2019, a Mancha Verde mostrou na noite deste sábado, no Sambódromo do Anhembi, todas as suas credenciais para finalmente realizar o sonho de ganhar o carnaval paulistano. No ensaio técnico a escola já demonstrou a assinatura do trabalho do multi campeão Jorge Freitas. Para coroar o grande ensaio uma forte chuva caiu no final, aumentando ainda mais a garra dos componentes da verde e branca.

Harmonia

Duelando em uma noite com gigantes do carnaval de São Paulo, a Mancha não ficou devendo nada às coirmãs. A comunidade cantou muito forte o samba-enredo. Em diversos pontos da escola, até mesmo naqueles longe da zona de influência da bateria, se ouvia um canto coeso e com força. A chuva impulsionou ainda mais o canto no final do ensaio.

“A água é um elemento que alimenta a emoção. Chuva durante o desfile traz ânimo. Nos preparamos para fazer um ensaio bem feito. Agora cumprimos esse objetivo. Hoje eu marquei apenas dois carros, no próximo irei marcar todos. Nosso canto está bem forte e nossa evolução está já com minha cara. Temos tudo para fazer um grande carnaval”, disse Jorge Freitas.

Evolução

Quesito importante nos projetos vencedores de Jorge Freitas, a evolução já tem a assinatura do artista. Com alas organizadas e que passam enfileiradas, sem comprometer as premissas básicas que o quesito exige, a Mancha esteve próxima da perfeição esta noite no Anhembi no quesito. A escola cruzou a faixa final de desfile após 63 minutos de treino.

Samba-Enredo

Muito bem defendido pelo intérprete Freddy Viana o samba-enredo impulsionou o ensaio da verde e branca. Os refrões tiveram um excelente desempenho no Anhembi, principalmente, depois que começou a chover e ao invés de as pessoas desanimarem o que se viu foi uma escola pulsante e aguerrida, cantando com bastante força o samba-enredo.

“Foi um ensaio para lavar a alma. Fomos abençoados. Ainda faremos dois ensaios e melhoraremos mais. O samba está funcionando muito bem, apesar das caixas de som ainda não estarem na avenida. Mesmo assim percebi todo mundo cantando e evoluindo muito bem”, comentou o intérprete.

Bateria

Passou com correção o time de ritmistas comandado por mestre Maradona. As bossas tiveram boa execução e o andamento adotado permitiu com que o samba tivesse um bom desempenho no ensaio, entrosado com o intérprete oficial Freddy Viana. Viviane Araújo, rainha da bateria, estava deslumbrante, sempre com muita simpatia e samba no pé.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Marcelo Luiz e Adriana Gomes deram mais um show na avenida. Um dos mais talentosos casais do carnaval de São Paulo arrancou aplausos do público com uma dança envolvente e um belo entrosamento. Adriana encantou com giros perfeitos e finalizações cheias de brilho, além do sorriso sempre estampado no rosto da porta-bandeira.

Comissão de Frente

A Mancha Verde não economizou na apresentação de sua comissão. O grupo foi muito bem fantasiado. Entre eles dois representavam os orixás Xangô e Oxum. A apresentação foi impactante e arrancou muitos aplausos do público presente no Sambódromo do Anhembi, principalmente, no setor destinado à torcida da escola.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui