Compositores: Lequinho, Junior Fionda e Gabriel Machado

OBÁ… DA CORTE DE MANGUEIRA
ANGENOR DE OLIVEIRA DO VIGOR E DO LAMURIO
A REZA DE QUEM PRESA A FINA PROSA
VERDE E ROSA PRANTO DE ORGULHO
Ê BABÁ DE TODO PRETO QUE EMPUNHA
SUA OBRA TESTEMUNHA
DO SUOR DA NOSSA GENTE
HUMILDE E TÃO POBRE DE SOCORRO
O POETA FEZ DO MORRO
A NOBREZA MAIS PUNGENTE

REI JOSÉ! CANTO LIVRE NO TERREIRO
A SUA VOZ É VOZ DO SAMBA INTEIRO
REI JOSÉ! “BISPO” NEGRO SARAVÁ!
ÉS “DOS SANTOS” ENTIDADE EM NOSSO ALTAR

MEU SOLO SAGRADO É FILOSOFIA E AMOR
FEZ DA SILVA MAJESTADE
LEMBRANDO O CORTEJO MAIS LINDO
OS PÉS RABISCAM POESIAS DE LAURINDO
E É POR ISSO QUE EU INSISTO EM ESCREVER
SERÁ ASSIM POR TODO O TEMPO EM QUE EU VIVER
SÓ ME FASCINA… MANGUEIRA…
INFINDA SEMENTE PLANTADA
REGADA DE ARTE E FÉ
EIS O FRUTO QUE SEMEIA
MUSA DO COMPOSITOR
A RAZÃO DE TODO AMOR
QUE CORRE NA VEIA

QUEM ME CONHECE AO LONGE
SABE DO MEU LEGADO
SOU DA ESCOLA DE CARTOLA, JAMELAO E DELEGADO

YABÁ DO POVO PRETO… MANGUEIRA!
ROSEIRA QUE VEM DO GUETO DA PRIMEIRA ESTAÇÃO
ONDE O SAMBA É FUNDAMENTO MANGUEIRA!
ASSENTAMENTO DOS ORIXÁS DA NAÇÃO

Comentários