Compositores: Moacyr Luz, Pedro Terra, Bruno Souza e Leandro Almeida

Mangueira teu cenário é poesia
Liberdade e autonomia
Que o negro conquistou ôôô
Mangueira a alvorada anuncia
O legado a dinastia
A sabedoria se chama Angenor
Nesse solo sagrado o samba ecoou
Tem cantor, mestre-sala e compositor
Lustrando sapato, vendendo jornal
Chapéu de pedreiro no mesmo quintal
Três iluminados reis do carnaval

As rosas não falam mas são de Mangueira
Eu vi seu Laurindo beijando a bandeira
José Clementino na flor da idade
O sol colorindo a minha saudade

É verde e rosa a inspiração
A devoção por toda nossa raiz
Quem traz a cor dessa nação
Sabe que o morro é um país
A voz do meu terreiro
Imortaliza o samba
E quem guardou com amor o nosso pavilhão
Tem aos seus pés a nossa gratidão

Só sei que Mangueira é um céu estrelado
Não é brincadeira sou apaixonado
A Estação Primeira relembra o passado
Valei-me Cartola, Jamelão e Delegado

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.