Compositores: Thiago Meiners, Ailton Graça, Beto Savanna, Indio de Deus e Wilson Mineiro
Participação Bloco Afro Ojuobá Axé
Intérpretes: Gilsinho e Igor Vianna

Oyá… quero seu vento minha mãe
Pra eu chegar lá na Bahia
Sou a Estação Primeira
Iaiá… me ensina essa liberdade
Luz da africanidade
Seus batuques na ladeira

Rainha, se vestiu de verde e rosa
Foi pra rua orgulhosa com o seu tambor

Mainha, se vestiu de verde e rosa
Foi pra rua orgulhosa com o seu tambor

Ê BAIANA, DOS SEUS VALORES
NOBREZA QUE ENCANTA A MAIS LINDA DAS FLORES

São pretos charmes, cativeiro já não há
Vou dançar o ijexá me esquivando da chibata
E perseguido preparei o meu padê
A falange de Exu sempre vai me proteger
Nos rituais que estampei nos meus terreiros
Os ancestrais são poesia lá no gueto

Yalotim, nessa cidade todo mundo é d´oxum
É pulsação de Ilê Aiyê e Olodum
Samba incorporado de axé (axé)
Eu vou, atrás do trio pra esquecer a dor
Pedir a benção para o meu senhor
Seguir o cortejo de Fé

O MEU CANTO A LEVANTAR POEIRA, POEIRA
NA BATIDA DO TAMBOR, EU SOU MANGUEIRA
FIO DE CONTA NO PEITO, TIMBAU E BATUQUEJÊ
PRETA RESISTÊNCIA DO ILÊ

Comentários