A Mangueira lançou nesta terça-feira uma campanha de financiamento coletivo para realizar uma exposição no Museu Histórico Nacional, no centro do Rio de Janeiro. O objetivo é aprofundar o debate sobre diferentes visões da história do Brasil levantado pelo desfile campeão e apresentar um diálogo entre as peças do desfile e obras de destaque do acervo do museu.

O projeto fica aberto para receber colaborações até o dia 8 de agosto e precisa alcançar a meta de R$ 500 mil dentro do prazo para acontecer. As contribuições podem ser realizadas por cartão de crédito e boleto bancário por meio do site: catarse.me/mangueiranomuseu. Para cada valor, a escola oferece recompensas exclusivas para os apoiadores, como visitas guiadas, catálogos da exposição, croquis do carnavalesco Leandro Vieira, réplicas da bandeira Brasil verde e rosa utilizada no desfile da Mangueira 2019, entre outras.

Idealizada pela historiadora Renata Santos, a exposição tem como propósito ir além do embate entre duas visões diferentes da história. Em uma galeria de 212 metros quadrados será apresentado um diálogo organizado em 4 núcleos temáticos:

1 – A representação de negros e índios

2 – Construção e desconstrução heroicas

3 – Lutas e resistência

4 – A voz do morro

Se o financiamento for bem-sucedido, a exposição vai ocupar o museu da primeira semana de setembro a 20 de outubro de 2019. Além da mostra, o projeto inclui a edição de um catálogo e uma programação especial de visitação escolar.

“Vamos juntos escrever um novo capítulo da história que a história não conta. Afinal, é na luta que a gente se encontra”, convoca o carnavalesco Leandro Vieira.

Comentários