A Dinastia Xangô segue na Verde e Rosa! O casal de mestre-sala e porta-bandeira Matheus Oliverio e Squel Jorgea continuam a defender o pavilhão da Estação Primeira. Desde o carnaval de 2017, tio e sobrinha dançam juntos como primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira. O legado de Xangô da Mangueira sendo bem defendido e representado!

A dupla, que acertou hoje sua permanência em reunião com a nova diretoria da agremiação, tem uma história de vida e relação familiar. Matheus, tem 28 anos de Mangueira. Começou ainda criança pela Mangueira do Amanhã; aos 14 anos passou a integrar o quadro de passista da escola e em 2006 passou a mestre-sala.

“Esta é a primeira vez que fico emocionado com uma renovação. Sou filho fiel da Estação Primeira de Mangueira e estou seguindo meu coração, o desejo de minha família e o que quero para minha vida.

É onde comecei minha carreira e onde tenho o desejo de um dia terminar. Agradeço a minha madrinha Guanayra, que me viu criança, começando, pela confiança”, disse Matheus Olivério.

Foto: Nelson Malfacini/Site CARNAVALESCO

Squel Jorgea iniciou sua trajetória desfilando como baianinha, passou a passista até chegar a porta-bandeira mirim. Em 2002 chegou ao posto de primeira na Grande Rio; e teve passagem na Mocidade Independente de Padre Miguel. No próximo ano Squel completa 10 anos como primeira porta-bandeira da Estação Primeira.

“É com alegria que daremos continuação ao casal Xangô, legado que herdamos do histórico Diretor de Harmonia da Estação Primeira de Mangueira, na Escola da nossa família. Será uma honra fazer parte de uma gestão histórica, quando teremos a Primeira presidente mulher, eleita pela nossa agremiação. Caminhar ao lado da Presidente Guanayra Firmino, é firmar laços familiares, o amor e a dedicação em prol da Escola mais amada do planeta. Avante Mangueira, vamos em frente, entregando o nosso melhor para honrar a sua história”, enfatiza Squel.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.