A fim de homenagear a jogadora Marta e exaltar sua paixão e dedicação ao esporte, a Inocentes de Belford Roxo fechou seu desfile com o carro “Embaixadora da ONU, o Brasil te abraça”. Com ele, enalteceu a vida e história da jogadora e seus prêmios conquistados, levando ao público e aos jurados um pouco da relação de amor de Marta com a profissão e toda a sua dedicação ao fincar suas chuteiras em um gramado.

A alegoria ressaltou também a nomeação da homenageada como ‘embaixadora global da Boa Vontade para meninas e mulheres no esporte’, título dado pela ONU (Organização das Nações Unidas) às mulheres que contribuem para o empoderamento feminino e a igualdade de gênero. Mulheres essas, que como Marta, servem de inspiração para diversas meninas que sonham com o sucesso no esporte.

A intitulada ‘deusa Marta’ atravessou a Avenida no centro desta alegoria, representando a rainha do futebol junto de outros destaques que vieram como os ‘reis do futebol’, todos com uniformes da seleção brasileira estilizados e carnavalizados com muito brilho e cores vivas, como conta Alex Oliveira, integrante do carro e que já está há três anos na escola como destaque. Ao site CARNAVALESCO, ele afirmou estar feliz e honrado de poder desfilar em um carro que gostou muito e o mesmo veio Marta.

“Achei o enredo muito bom e que para o nosso cenário atual tem uma grande relevância ao falar de uma mulher, jogadora de futebol em uma sociedade com tantos preconceitos. É mesmo uma honra estar aqui compondo este desfile, e ainda mais, no mesmo carro em que ela vem. Nós iremos representar os reis do futebol e ela a rainha do futebol, e esse carro representa realmente isso, toda a beleza que tem não só no futebol como também no carnaval. Gostei muito do carro, quando ele começa a acender fica ainda mais bonito, ele mudará de cor entre o verde, amarelo e azul” destacou o desfilante.

O destaque em estética deste carro ficou por conta do espelhado que mudava de cor ao ser iluminado na Avenida, mesclando o azul, verde e amarelo, cores da bandeira brasileira. O carro é de uma estrutura grande e com cores vivas e cintilantes de azul, dourado e verde bem ressaltados. Ao seu redor possuía bolas de futebol como estruturas e coroas em seu topo, local onde os destaques ‘reis do futebol’ vieram e, uma chuteira gigante dourada no topo. Mesmo que o material pareça mais artesanal o detalhamento e bom acabamento da alegoria elevam a sua qualidade, assim como nos detalhes da parte inferior da alegoria e as bandeiras do Brasil na parte superior, criam, assim, a temática e a estética necessária ao enredo.

Júlio Pellegrini, que veio no carro e, já desfila há três anos na escola, falou sobre a importância da alegoria que representava o elo direto de Marta com o futebol, assim como o a consolidação de vida de uma pessoa que veio da pobreza e através de seu talento conseguiu superar todas as dificuldades.

“O que eu acho bem importante é porque a gente vem falando aqui da parte do futebol em si, o que realmente transformou a vida dela. Mas o futebol é só uma parte do que a Inocentes vem trazendo, o que a escola pretende é mostrar a vida de alguém que veio de uma dificuldade muito grande, de uma condição de vida difícil e que através do futebol se superou e é um exemplo de mulher para muita gente”, declarou o desfilante.

Outro componente do carro, Lúcio Panza, ressaltou a relevância do enredo e da alegoria em que desfilou. Antes de pisar na Avenida contou que estava ansioso para seu primeiro desfile nesta escola.

“A luta da Marta é a luta do povo, é a nossa luta diária, do trabalhador. Ela veio do nordeste com todas as dificuldades, venceu a pobreza e as secas,então ela é a representação de tantas pessoas, do povo brasileiro. O carro está bem bonito, eu gostei bastante de todos os detalhes que estamos vendo aqui” contou.

Comentários