Por Matheus Mattos. Fotos: Felipe Araújo

A escola de samba Gaviões da Fiel entrou na avenida pra realizar o terceiro e último ensaio técnico. A largada contou com uma queima de fogos de praticamente 10 minutos de duração. A agremiação alvinegra sofreu bastante com a forte chuva que atingiu a cidade de São Paulo, principalmente, o casal de mestre-sala e porta-bandeira. Os quesitos que julgam diretamente os componentes, harmonia e evolução, não sofreram tantos prejuízos.

Comissão de frente

A comissão mostrou bom sincronismo durante a passagem apesar da chuva. De diferença dos últimos ensaios técnicos, os bailarinos trouxeram adereços nos braços que representavam uma espécie de asa. Interação com o tripé é bastante constante na coreografia.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

Por conta da forte chuva, a porta-bandeira optou por bailar com tênis. A dupla usou a mesma fantasia dos técnicos, com luzes de LED que contornam a Adriana Mondijan. O mestre-sala, Wagner Lima, sofreu com o piso escorregadio em algumas partes da avenida.

Harmonia

O entrosamento entre arquibancada e componentes enfraqueceu em comparação aos dois últimos técnico, fato ocasionado também pela menor quantidade do público. O apagão da bateria levantou o canto, porém houve descompasso dos componentes com o carro de som.

Bateria

Coordenada pelo Mestre Ciro, a bateria economizou nas bossas e apagões. A chuva afetou a afinação dos surdos de marcação, corrigido pelos diretores da batucada.

Evolução

Por toda adversidade de chuva e trânsito por toda a grande São Paulo, o número de contingente foi bastante satisfatório. A organização dentro das alas e o andar da escola não comprometeu o ensaio, inclusive, foliões de alas traziam balões com cores diferentes e que visualmente proporcionavam um efeito positivo. Sinalizada por integrantes da harmonia, os Gaviões da Fiel desfilam com 24 alas.

Samba-enredo

O intérprete Ernesto Teixeira trouxe uma postura mais segura, com cacos em determinadas
partes do samba. A canção continua funcionando na avenida, proporcionando emoção nos
sambistas.

Outros Destaques

A emoção da Velha-Guarda, ocasionado pela reedição do Carnaval, se destacou na noite. Era visível o sentimento de felicidade ao cantar e desfilar.

Comentários