Por conta da pandemia do Coronavírus o carnaval de 2021 foi cancelado, mas nem por isso a data deixa de ser especial para mestre Dinho, que este ano completa uma década no comando da bateria da Unidos de Padre Miguel.

“Comecei na Unidos de Padre Miguel muito novo, além dos 10 anos de bateria, completo 43 anos de escola. São 43 anos de muito amor e dedicação ao Boi vermelho”, contou.

Com um excelente trabalho e colecionador de notas máximas, o mestre se diz orgulhoso de sua trajetória que conta também com passagens por Cubango e Sossego. Também foi diretor de bateria na Paraíso do Tuiuti, Grande Rio e Mocidade, além de repique na Portela.

“Após o desfile de 2011, recebi o convite do Diretor de carnaval, Cicero Costa para comandar a bateria. De lá para cá já são 10 anos de muito trabalho e dedicação. Sou muito feliz na Unidos e agradeço muito a minha equipe de diretores, são eles que me dão todo suporte para que o trabalho seja bem executado na avenida”, disse o mestre.

Além do trabalho na bateria, o mestre comanda uma oficina de percussão que oferece aulas gratuitas na quadra da escola para crianças, jovens e adultos que sonham em tocar algum instrumento.

“Muitos dos meus ritmistas saíram da nossa oficina de percussão e eu fico muito honrado em poder contribuir com o crescimento de novos ritmistas. Um exemplo de sucesso é o Gustavo, que saiu do projeto e acredito que terá um grande futuro na bateria Guerreiros”, finalizou.

Comentários