O experiente mestre Paulinho Botelho foi vítima de uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) nesta terça-feira na Zona Norte do Rio de Janeiro. Bandidos abordaram o veículo do ritmista em Pilares, o renderam e rodaram com o carro pelos bairros do subúrbio. Os assaltantes pararam em Thomaz Coelho, levaram o relógio e R$ 200 de Paulinho e atearam fogo no carro com ele dentro.

A reportagem do site CARNAVALESCO ouviu o mestre sobre a tentativa de latrocínio. Ele confirmou o drama que viveu mas agradeceu a preocupação de todos, afirmando que está bem.

“Estava no lugar errado e na hora errada. Papai do céu me deu esse livramento. Fui a Pilares comprar um remédio e me abordaram. Passearam comigo pelos bairros da redondeza. Quando chegou em Thomaz Coelho eles me largaram dentro do carro, levaram meu relógio, R$ 200 e jogaram gasolina no carro comigo lá dentro. Não era a minha hora de furar a fila e eu estou aqui. Gostaria de agradecer o carinho de todos”, contou Paulinho.

Vitinho Botelho, filho de mestre Paulinho, também se manifestou nas redes sociais sobre o episódio e confirmou que o pai está bem após o susto que levou.

“Amigos, não estou podendo falar com todo pq meu telefone está tendo muitas ligações e mensagens, quero dizer a todos que meu pai está bem depois do livramento de Deus que teve, ele está na minha irmã, tentaram um latrocínio, abordaram ele de moto, um entrou no carro e ficaram rodando com ele por Pilares, Cascadura, até que o largaram em Thomás Coelho, o ‘vagabundo’ pegou alguns pertences e ateou fogo no carro mas meu pai graças à Deus conseguiu sair, mas tentou pegar alguns pertences no carro e acabou se queimando!. Me desculpe não atendê-los mas são muitas ligações e mensagens.
Obrigado pela preocupação de todos”, postou Vitinho.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui