Por Victor Amancio. Fotos: Magaiver Fernandes

Depois de realizar seu ensaio aos pés do Santa Marta, a São Clemente levou seu ensaio neste domingo para o alto do morro do Chapéu Mangueira. O ensaio teve a presença do compositor Marcelo Adnet e todo time da escola. A agremiação pode contar com um número maior de comunidade e parece que a estratégia de voltar as raízes está surtindo efeito. O presidente Renatinho promete continuar ensaiando nas comunidades para seguir reforçando a escola.

“O samba é do povo, temos que ir nas comunidades gente precisa disso, todo mundo sai ganhando. Precisamos transmitir alegria para esse povo”, disse.

Samba-Enredo

O samba continua numa bela crescente e parece que vai alcançar o ápice na Marquês de Sapucaí. Leozinho Nunes com sua alegria levanta a comunidade e consegue fazer o samba render ainda mais no ensaio. Com uma letra de fácil aprendizado e fazendo referências e críticas a momentos atuais do país o samba promete ser um sucesso na boca do povo. Os refrãos são os trechos mais cantados.

“A São Clemente está muito firme no propósito, tem um samba muito bom, coladinho com a sinopse e com o enredo. Estou levando muita fé nesse desfile”, falou o compositor Marcelo Adnet.

Harmonia

O canto da escola melhorou em função do número de componentes que parece estar aumentando. Não se vê pessoas acompanhando o ensaio fazendo uso da letra do samba, o que mostra uma evolução desde o último ensaio em que o site esteve presente. O carro de som e a bateria seguem fazendo um trabalho com sintonia.

“Escola de samba tem que ter comunidade, se você não tem comunidade você não tem escola de samba. Além de ter uma comunidade é primordial ter um grande samba pois o que vai fazer tudo se desenvolver e impulsionar na avenida é a melodia e o samba. É o samba que vai levar alegria e vai contagiar a Sapucaí. Pode ter certeza que a São Clemente não irá fazer um desfile, será um grande espetáculo na Marquês de Sapucaí. Estamos nos preparando para isso”, afirmou o diretor Marquinhos Harmonia.

Evolução

O ensaio ocorreu em uma quadra no alto da comunidade do Chapéu Mangueira, e, por conta do pouco espaço ocorre uma dificuldade na evolução, mas apesar disso o clementiano ensaia com muita alegria, dançando e fazendo coreografias próprias. Soltos, demonstram estar felizes com o atual momento da escola.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira

O casal ensaiou sem fazer um coreografia que parecesse ser a do desfile, porém pode-se notar o sincronismo e alegria. Fabrício Pires e Giovana Justo vivem um belo momento como casal, a dança e a sintonia dos dois impressiona. Giovana encanta com seu sorriso e bailado.

Bateria

Caliquinho quer conquistar os 40 pontos e para isso trabalha forte sua bateria. Os ritmistas sob o comando do mestre fizeram um ensaio excelente, sem erros perceptíveis a bateria contagiou a todos que sambaram no ensaio. O mestre encaixou muito bem as bossas com o samba e promete levantar a Sapucaí.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui