O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) instaurou inquérito civil para apurar denúncia de suposto vazamento do som interno dos camarotes para as arquibancadas do Sambódromo no desfile das escolas de samba no Carnaval 2019. Na reclamação, recebida pela Ouvidoria do MP, a consumidora, afirma que tal fato teria prejudicado a experiência do público ali acomodado durante o evento.

Foi requisitado à Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) que, no prazo de 30 dias, se manifeste acerca da representação, informando se procedem as referidas alegações, bem como esclareça qual a medida adotada a fim de sanar o problema objeto do presente, enviando documentos que o comprovem.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui