Compositores: Moisés Santiago, Paulo César Feital, Igor Leal, Rafael Tinguinha, Gustavinho Oliveira, Orlando Ambrósio, Caio Alves, Serginho Rocco e Danilo Garcia

DEU SAUDADE DAQUELA NÊGA… CLEMENTINA
DE JESUS, QUE VOLTOU PRA FICAR (AH, MEU DEUS DO CÉU)
O CANTAR DE UMA LAVADEIRA
“NA MORADA” DO SAMBA PRA GENTE SAMBAR
TEM JONGO, FOLIA DE REIS
DO POVO BANTO, HERDEIRA (LALAIÁ)

SENHORA, DO TERÇO A LUZ
NOS GUIA DE OSWALDO CRUZ
AOS PÉS DE UMA MANGUEIRA

NA CANGIRA, PUXA O VERSO
GIRA É PRA QUEM TEM FÉ
QUEM TEM CORPO FECHADO?
É FILHA DO CANDOMBLÉ
PISA FORTE NO TERREIRO
PRA CLAMAR A LIBERDADE
ESBANJANDO SIMPATIA NO AXÉ DA MOCIDADE

YÔ, YÔ

“GLÓRIA” AO “BELLO” DESTNO
SORRIU PRA ELA E A “ROSA” SE ABRIU
NA PELE, A DOR DAS MAZELAS
E A VOZ DA FAVELA ENTÃO SE OUVIU
SONHO MEU… CANTAR QUE O “CATIVEIRO ACABOU”
E AS VIDAS NEGRAS TÊM O SEU VALOR
NÃO TEM SINHÁ QUE VAI CALAR NOSSO BATUQUE
VALEI-ME AS ALMAS DO SAMBA
DE ZAMBI, DE KETU, ANGOLA, JEJE, NAGÔ
ME AJOELHO A SEUS PÉS
OH, PRETA VELHA QUE O SAMBA EXALTOU

CLEMENTINA ÊÊÊ… CLEMENTINA
CLEMENTINA ÊÊÊ… CLEMENTINA
SALVE A RAINHA QUELÉ, CONTIGO VOU VADIAR
QUEM ME VÊ SORRIR, NÃO HÁ DE ME VER CHORAR

Comentários